• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Tragédia em Linhares: tia de irmãos mortos presta depoimento

Morte irmãos carbonizados

  • COMPARTILHE
Polícia

Tragédia em Linhares: tia de irmãos mortos presta depoimento

Amanda Salles esteve na Delegacia Regional do município na tarde desta segunda-feira e foi ouvida por pouco mais de duas horas

Amanda esteve na Delegacia Regional de Linhares na tarde desta segunda-feira Foto: Norte Notícia

A tia dos irmãos Joaquim Alves Sales, de 3 anos, e Kauã Sales Burkovsky, de 6, mortos na madrugada do dia 21 de abril, prestou depoimento nesta segunda-feira (07) na 16º Delegacia Regional de Linhares.

Amanda Salles, que é irmã de Juliana Salles, mãe dos dois meninos, esteve na unidade policial por volta das 14 horas e foi ouvida, por pouco mais de duas horas, pelo delegado responsável pela investigação do caso, Romel Pio Junior, de acordo com informações do site Norte Notícia.

Ainda segundo o site de notícias, Amanda foi à delegacia acompanhada de um membro da mesma igreja onde o pastor George Alves, pai de Joaquim e padrasto de Kauã, ministrava cultos. O teor do depoimento, no entanto, não foi divulgado pela Polícia Civil, já que a investigação sobre o caso ainda segue sob segredo de Justiça.

"Nós não podemos revelar nada enquanto os delegados de Linhares não concluírem seu inquérito, junto com a perícia do Corpo de Bombeiros e da Polícia Civil, com o laudo médico legista e com o acompanhamento do Ministério Público. O importante é que é um trabalho sério e que se busca a verdade. Tão logo que a gente terminar essa investigação, os delegados vão fazer uma coletiva de imprensa e apresentar os resultados. A previsão para isso é quando acabarem todas as perícias. Ainda estamos na fase de conclusão das perícias, que dependem de algumas informações", ressaltou o delegado-chefe da Polícia Civil, Guilherme Daré, que esteve na delegacia de Linhares nesta segunda.

Outros depoimentos

Na manhã da última quinta-feira (3), foi a vez de Juliana Salles prestar depoimento na Delegacia Regional de Linhares. Após cerca de quatro horas, Juliana saiu da delegacia aos prantos e sem falar com a imprensa. No mesmo dia, também prestou depoimento um homem ligado à família e que seria dono do carro usado pelo pastor George Alves.

Juliana Salles prestou depoimento à Polícia Civil de Linhares na última quinta-feira

Perícia

Até o momento, a Polícia Civil já realizou cinco etapas na perícia na casa onde ocorreu a tragédia. Em uma delas, os peritos encontraram, com o auxílio de luminol, vestígios de sangue no quarto dos dois irmãos. Também foi realizada uma perícia dentro do carro utilizado por George.

Na última sexta-feira (4), o grupo de advogados responsável pela defesa do pastor protocolou um pedido, junto à Polícia Civil, para que seja realizado uma perícia particular na residência. Na ocasião, eles também conseguiram ter acesso a uma cópia do inquérito policial referente à investigação do caso.

George está preso desde o último dia 28 em uma cela separada no Centro de Triagem de Viana, onde cumpre mandado de prisão temporária. A Justiça decretou a prisão do pastor por 30 dias, para evitar que ele atrapalhe nas investigações. Um pedido de habeas corpus feito pela da defesa de George Alves para que ele fosse solto foi negado pela Justiça.