• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Idoso é assassinado em terreno baldio e criminosos levam R$ 1,8 mil da vítima em Cariacica

Polícia

Idoso é assassinado em terreno baldio e criminosos levam R$ 1,8 mil da vítima em Cariacica

O corpo da vítima foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, para ser liberado pelos familiares

Foto: Luana Damasceno

Um idoso, de 65 anos, foi assassinado, na noite desta quinta-feira (21), no bairro Novo Horizonte, em Cariacica. Moradores contaram que o crime teria sido cometido após ele fazer gestos obscenos no meio da rua.

A vítima foi identificada como João Teixeira Siqueira Neto, de 65 anos. Ele foi morto em um terreno abandonado, próximo a casa onde ele morava sozinho. Parentes do idoso contaram que receberam a notícia minutos depois. Ele trabalhava como carpinteiro e era conhecido em todo o bairro.

Testemunhas contaram que viram quando homens em um carro foram até a rua onde a vítima morava. No local, amarraram as mãos dele e o colocaram dentro do veículo, levando até outra esquina, no terreno abandonado. Lá, atiraram mais de dez vezes. Antes disso, agrediram o carpinteiro. Ao fugirem do local, ainda levaram R$ 1.800 que estavam no bolso da vítima.

Moradores não deram entrevista, mas contaram que há alguns meses, a vítima ficava fazendo gestos obscenos e mostrando as partes íntimas no meio da rua, principalmente para uma vizinha, uma adolescente de 14 anos. Vizinhos suspeitam que isso pode ter motivado o assassinato. A família conta que não sabia dos fatos e não acreditam que ele possa ter feito isso.

A Polícia Civil informou que o caso seguirá sob investigação da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cariacica. Até o momento nenhum suspeito foi detido e outras informações não serão repassadas para que a apuração dos fatos seja preservada.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML) de Vitória, para ser liberado pelos familiares e para ser feito o exame cadavérico, que apontará a causa da morte. 

*Com informações de Rafaela Freitas, da TV Vitória / Record TV