Criança chama a polícia após ouvir discussão de casal em Viana; suspeito foi preso

Polícia

Criança chama a polícia após ouvir discussão de casal em Viana; suspeito foi preso

Antes da briga, a mulher de 33 anos já havia sido agredida com socos e pedaços de madeira e até ido à delegacia. O marido é apontado com o autor do crime que aconteceu na quinta-feira (12

Foto: Reprodução TV Vitória

Uma criança de 12 anos acionou agentes da Guarda Municipal após ouvir uma discussão na casa dos vizinhos, em Viana. Antes da briga, a mulher de 33 anos já havia sido agredida com socos e pedaços de madeira e até ido à delegacia. O marido é apontado com o autor do crime que aconteceu na quinta-feira (12).

A confusão começou bem antes. O que era para ser um momento de lazer do casal, se tornou um pesadelo para a vítima. A mulher e o companheiro estavam na praia aproveitando o dia, quando acabaram se desentendendo e ela foi agredida na frente de guardas-vidas, que chamaram a polícia.

"Ele gosta de beber, falei que ele estava alterado. Ele falou que não, que eu que não podia beber. Quando eu falei que queria ir embora, ele me deu um soco no peito. Nisso, vieram os guarda-vidas e falaram: por que você não bate em homem? Ele fugiu", contou.

LEIA TAMBÉM: Mulher é encontrada morta em cima da própria cama na Serra

A vítima foi levada até a Delegacia da Prainha, em Vila Velha. Decidida a se separar, ela pediu uma medida protetiva, mas precisou retornar para casa para buscar os objetos pessoais e acabou novamente agredida.

"Quando eu tive que entrar, aconteceu tudo de novo. Ele me bateu, me agrediu. Ele me bate por várias coisas, fala que eu nunca faço as coisas direito", disse.

A mulher decidiu ficar na casa onde os dois moravam juntos no bairro Marcílio de Noronha, em Viana. Ela convidou o marido para ir à igreja, mas, segundo ela, o homem só queria beber. 

Depois da oração, os dois almoçaram juntos no meio dos móveis e objetos revirados, mas não demorou para a Guarda Municipal aparecer para verificar se a vítima estava em segurança. O companheiro disfarçou, pulou o muro e sumiu.

Homem queria ir embora, mas mulher recusou

Quando retornou por volta das 15h, o homem fez as malas e disse para a mulher que os dois iam fugir juntos, mas ela se recusou a ir e ele decidiu ir embora sozinho. Ele estava saindo pelo portão quando os agentes da Guarda apareceram novamente. 

Os agentes foram acionados por um menino de 12 anos, que mora no andar de cima e ouviu a discussão. A criança ficou preocupada e decidiu chamar os guardas para tentar ajudar a mulher.

O homem saiu correndo e se escondeu em uma borracharia, mas foi localizado pelos agentes. Ele foi conduzido ao Plantão da Mulher, em Vitória, e autuado por injúria e ameaça. 

A Polícia Civil informou que o homem passou por audiência de custódia nesta sexta-feira (13) e foi liberado mesmo sem pagar fiança. 

*Com informações da repórter Fernanda Batista, da TV Vitória/Record TV.