Polícia

Suspeito de torturar e matar a ex-namorada é preso na casa da mãe em Cariacica

O homem foi conduzido para a Delegacia Regional de Cariacica. O caso segue sob investigação da polícia

Foto: Divulgação

O principal suspeito de torturar e matar uma mulher no bairro Alto Lage, em Cariacica, foi preso na última quarta-feira (12), em Rio Marinho. O corpo da vítima foi encontrado no dia 14 de maio, em uma região de mata da região, com vários sinais de violência. 

No primeiro momento, a polícia não tinha nenhum tipo de informação sobre a vítima ou autoria do crime. O ponto de partida foram os objetos encontrados perto da mulher: uma marmita e um colchão que indicavam que ela poderia ser uma pessoa em situação de rua. 

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

As investigações continuaram até que a polícia chegasse ao suspeito de 37 anos. A Guarda Municipal contou que já tinha uma ideia de quem seria o responsável, mas o caso ainda estava sob investigação da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa do município.

Assim que o mandado de prisão foi expedido, os agentes foram até a casa onde o suspeito estava escondido para dar cumprimento. Na hora da abordagem, ele já se entregou e não esboçou nenhum tipo de reação.

De acordo com os agentes da Guarda, na época do crime, ele e a vítima estavam em situação de rua. Após matar a ex-companheira, ele teria tentado retomar a vida e voltou para a casa dos pais.

Mesmo com todos os indícios, o homem afirma que não cometeu o crime. Agora, os investigadores tentam descobrir qual seria a motivação para o homicídio.

O homem foi conduzido para a Delegacia Regional de Cariacica. O caso segue sob investigação da polícia. 

Com informações do repórter da TV Vitória/Record, Roger Nunes. 


Pontos moeda