• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Identificados suspeitos de arrombar loja de eletrodomésticos na Serra

  • COMPARTILHE
Polícia

Identificados suspeitos de arrombar loja de eletrodomésticos na Serra

A polícia conseguiu recuperar celulares, caixa de som e até panela elétrica que foram levados

Os suspeitos de participação em um arrombamento de uma loja de eletrodomésticos em Porto Canoa, na Serra, foram identificados pela polícia. Os materiais roubados foram recuperados, mas eles ainda são procurados. Os dois foram identificados como Mateus Souza Mendes, de 20 anos, e Charles Pereira Garcia, de 27 anos.

Uma caixa de som, um notebook, uma panela elétrica e celulares foram recuperados pela Polícia Civil. De acordo com o delegado titular da Delegacia Patrimonial, Henrique Vidigal, a ação foi possível por meio de denúncias. “Desde a decorrência do crime as equipes estão em campo. De posse da informação, eles se dirigiram até o local denunciado. Chegando ao local, a família autorizou a entrada e a equipe se deparou com diversos pertences da loja”, disse.

Mateus não estava em casa e ainda não se apresentou à polícia. A esposa dele foi conduzida e reconheceu o marido nas imagens de videomonitoramento. Já Charles teria participado de outro arrombamento na mesma loja, só que no dia 25 de julho. “Localizamos um aparelho de telefone que estava com uma pessoa em Vitória. Essa pessoa, compradora de boa fé, auxiliou nas informações de quem havia comprado o aparelho, inclusive indicando o endereço. Chegando no local, o Charles confessou”, declarou o delegado.

Charles, apesar de ter sido conduzido e ter confessado participação no crime, não foi preso. Isso porque ele não foi pego em flagrante e também não havia ainda um mandado de prisão contra ele. De acordo com a polícia, o suspeito deve se apresentar a qualquer momento.

A polícia chegou também até outras sete pessoas, que foram conduzidas a delegacia. Elas estavam com aparelhos roubados. “Sete pessoas que adquiriram os produtos de furto foram conduzidas à delegacia para prestar esclarecimentos. Algumas foram autuadas por receptação”, contou o delegado.

Por meio das investigações, a polícia constatou que Mateus e Charles não se conhecem. Apesar dos dois arrombamentos terem ocorrido da mesma forma em datas diferentes, os dois não fazem parte de uma quadrilha.

Nos dois roubos os suspeitos utilizaram um carro para arrombar o local. As câmeras flagraram toda a ação. No total 23 celulares foram roubados, além de outros objetos. Um prejuízo de pelo menos R$ 50 mil.