• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Aglomeração, bebidas e drogas: moradores da Grande Vitória reclamam de bailes clandestinos no meio da rua

Polícia

Aglomeração, bebidas e drogas: moradores da Grande Vitória reclamam de bailes clandestinos no meio da rua

As festas se tornaram rotina desde o início da pandemia do novo coronavírus e têm tirado o sossego de quem mora nas regiões

Foto: TV Vitória

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, moradores dos bairros Dom Bosco, Campo Grande e Vila Capixaba, em Cariacica,  e Itapuã, em Vila Velha,  perderam o sossego. Semanalmente, as ruas dessas localidades viram palco de bailes clandestinos, que não tem hora para acabar.

No chão ficam os rastros: garrafas, latas e pinos de cocaína são alguns dos objetos encontrados que denunciam a realização das festas ilegais. De acordo com moradores, até um caminhão abandonado é utilizado pelos frequentadores como 'motel'. 

Nos vídeos gravados por quem mora na região, é possível observar aglomerações, som alto e pessoas bebendo no meio da rua. "A indignação é  grande. A fiscalização nos locais é muito fraca. A noite está liberado não utilizar máscara e se aglomerar", relata uma moradora que não quis se identificar.

Em Itapuã, um posto de combustíveis se tornou point para festas. A loja de conveniência do estabelecimento foi notificada. "Nós perdemos o sossego. A loja fica aberta 24 horas por dia. Não tem hora certa. As festas chegam a acontecer até às 4h da manhã com o som extremamente alto. Os frequentadores bebem e utilizam drogas. Todo final de semana tenho que ligar para o 190", reclama outra moradora, que é vizinha do posto de gasolina. 

Em nota, a Polícia Militar informou que diversas operações são feitas constantemente em toda a Grande Vitória, em parceria às prefeituras, com intuito de desarticular esse tipo de evento, sendo realizadas apreensões diversas, além de muitas pessoas detidas. A PM ressalta que atende as ocorrências sempre que acionada via 190, mas somente pode deter indivíduos em situação de flagrante.

Com informações do repórter Michel Bermudes, da TV Vitória/Record TV.