• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Suspeito de assaltar ônibus é preso e polícia consegue recuperar celular roubado em outro crime

Polícia

Suspeito de assaltar ônibus é preso e polícia consegue recuperar celular roubado em outro crime

Na delegacia, os policiais descobriram que, horas antes de assaltar ônibus, o homem roubou o celular de uma mulher, no bairro Bela Aurora, em Cariacica

Foto: Reprodução

Mais uma vítima da insegurança nos coletivos da Grande Vitória. Um jovem foi assaltado, na manhã desta quarta-feira (05), quando seguia de Cariacica para Vitória em um ônibus da linha 509. O rapaz precisava ir em à uma agência bancaria na capital, mas teve os planos interrompidos quando foi abordado por um homem armado.

A vítima foi agredida pelo criminoso e acabou reagindo ao perceber que a arma usada pelo suspeito era de brinquedo. O rosto do rapaz ficou machucado. "Logo que o coletivo saiu do Terminal de Jardim América, ele deu sinal e anunciou o assalto. Ele pediu o meu celular, mas eu falei que não iria entregar. Ele mostrou uma arma e tentou me intimidar, chegou a destravar, mas pelo som eu percebi que não era verdadeira. Falei que não iria entregar o celular, então ele me agrediu com a arma", disse. 

Com o celular da vítima em mãos, o suspeito desceu do ônibus e correu. O rapaz decidiu ir atrás do suspeito e, poucos metros depois, conseguiu alcançá-lo. Policiais civis passavam pelo local e se depararam com a cena. "Eu sai atrás dele, consegui segurá-lo e imobilizá-lo. Logo apareceu os policiais, que prenderam ele", conta. 

O suspeito, identificado como Tiago Dias de Oliveira, de 29 anos, foi levado para delegacia. Lá os policiais descobriram que o homem já tinha uma extensa ficha criminal por roubo. Tiago havia deixado o presídio em fevereiro. 

Na delegacia, os policiais também descobriram que, horas antes de assaltar o coletivo, o homem roubou o celular de uma mulher no bairro Bela Aurora, em Cariacica. Os aparelhos das duas vítimas foram recuperados. Mesmo assim, o jovem agredido nesta quarta-feira (05), terá que conviver com o trauma de ser alvo da insegurança nos coletivos. 

"A gente se sente refém da criminalidade. Estamos indo e voltando do trabalho ou mesmo indo fazer um passeio, e não temos segurança nenhuma", lamenta. 

*Com informações da repórter da TV Vitória/Record TV, Milena Martins.