• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Morte de soldado da Polícia Militar completa um mês e nenhum suspeito foi detido

  • COMPARTILHE
Polícia

Morte de soldado da Polícia Militar completa um mês e nenhum suspeito foi detido

O crime que chocou os amigos e familiares, não teve nenhum suspeito identificado até o momento

A morte do soldado da Polícia Militar Walter Anderson Borges da Silva, de 29 anos, assassinado no bairro Jardim Colorado, em Vila Velha, completa um mês nesta quinta-feira (13). O crime que chocou os amigos e familiares, não teve nenhum suspeito detido até o momento. Segundo informações da Polícia Civil, o caso segue sob investigação na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vila Velha.

Ainda de acordo com a polícia, outras informações não serão passadas para não atrapalhar as investigações do crime.

Entenda o caso

O crime aconteceu na noite do último dia 13, quando o soldado estava em uma festa infantil. Ele teria ido buscar uma blusa de frio no carro e foi assassinado com um tiro. A suspeita é que o soldado tenha sofrido uma tentativa de assalto, mas a polícia não descarta nenhuma linha de investigação.

Uma amiga disse que Walter chegou à festa feliz, conversando com todo mundo e que o crime deixou todos chocados. "Estávamos na festa. De repente, ele foi lá fora mas não avisou a ninguém. Só ouvimos os tiros. Corremos para dentro de casa, mas quando os rapazes passaram correndo de volta, fomos para fora e ele já estava deitado no chão. Ninguém sabe, ninguém viu nada. Não tínhamos conhecidos do lado de fora", contou.