Mulher é agredida com barra de ferro e tem as duas mãos quebradas em Guarapari

Polícia

Mulher é agredida com barra de ferro e tem as duas mãos quebradas em Guarapari

O principal suspeito do crime, segundo a polícia, é o ex-companheiro da vítima

Foto: Reprodução TV Vitória

Uma mulher, de 30 anos, foi agredida com uma barra de ferro e teve as duas mãos quebradas. Ela ficou com vários ferimentos pelo corpo. Segundo a polícia, o principal suspeito do crime é o ex-companheiro da vitima, que não aceitava o fim do relacionamento. 

O suspeito, de 38 anos, e a mulher teriam discutido, na noite deste domingo (27), em uma chácara no bairro Village do Sol, zona rural de Guarapari. O local não pertence ao casal. O dono da chácara ouviu a confusão e correu para ajudar a mulher.  

"Quando eu vi, ela já estava caída de baixo das arvores toda ensanguentada. Ele estava com uma barra de ferro em cima dela", contou. 

De acordo com a testemunha, os gansos e o cachorro que estavam próximos da casa ficaram agitados com a briga, o que chamou a atenção. O dono do imóvel interveio na briga e tentou ajudar a mulher. O rapaz disse que acabou atingido com a barra de ferro no braço.

"Eu consegui segurar a barra de ferro dele e levantar a menina. Nisso, ela saiu correndo para dentro de casa", disse.

A mulher se escondeu na casa de um vizinho, que colocou um colchão para ela deitar. O suspeito foi até a residência e começou a bater no vidro da janela. Com medo, a vítima se escondeu dentro do guarda-roupas. 

O suspeito só foi embora do local depois que as testemunhas disseram que acionaram a policia. A polícia esteve no local. A barra de ferro usada para agredir a vitima, de acordo com as testemunhas, foi levada pelos investigadores. 

O dono da chácara contou que o suspeito estava muito transtornado e que aparentava ter ciúmes da mulher. "Ele queria subir nas janelas para entrar. Dizia: "Corre que eu vou te matar"", contou. 

A vítima foi socorrida e levada para um hospital em Vitória. O estado de saúde não foi divulgado.  

A tia da mulher contou que o relacionamento do casal sempre foi difícil e conturbado. "Dei muito conselhos. Falava para ela largar desse homem que ele ia matar ela", disse. 

A TV Vitória/Record TV conversou com a família do suspeito, que contou outra versão. Segundo a mãe do rapaz, a mulher não deixava ele em paz. Ela disse que aconselhou o filho a sair da relação. 

"Essa pessoa não aceita que ele se afasta dela. Ele tentou se afastar várias vezes, mas ele vinha atrás. A gente não tem sossego . Tanto que coloquei uma placa de venda. Já tentei levar ela para igreja, mas não adiantou", desabafou.

A Polícia Civil informou que o caso será investigado pela Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa de Guarapari e, até o momento, nenhum suspeito de cometer o crime foi detido.

*Com informações da repórter Marla Bermudes, da TV Vitória/Record TV.

LEIA TAMBÉM:

>> Salários de 'fantasmas' desviados por ex-funcionário da Santa Casa chegavam a R$ 80 mil

>> Adolescente de 15 anos é suspeito de ter baleado homem e crianças em Vitória

>> Esquadrão antibombas detona explosivo encontrado em Vitória