• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Pai é preso suspeito de espancar recém-nascido de 27 dias em Cariacica

  • COMPARTILHE
Polícia

Pai é preso suspeito de espancar recém-nascido de 27 dias em Cariacica

Os médicos desconfiaram que a criança havia sofrido agressões e acionaram a polícia

 Foto: Talita Carvalho

Um homem foi preso suspeito de espancar o filho recém-nascido de 27 dias na noite do último domingo (30), em Cariacica. A criança foi levada para um hospital, no mesmo município, com marcas no rosto e espumando pela boca. De lá, ele foi encaminhado para o Hospital Infantil de Vitória, localizado no Hospital da Polícia Militar (HPM), em Bento Ferreira. 

O pai não soube explicar o que teria causado o ferimento e chegou a dar três versões diferentes. Ele disse que o bebê tinha caído, que poderia ter sido a barba ou até mesmo o filho de 6 anos que tem autismo. A polícia foi acionada porque essa foi a terceira vez que o bebê foi parar no hospital com ferimentos graves. A última foi no dia 24 de setembro e no laudo médico, a informação era de que ele teve traumatismo craniano.

A esposa negou que o marido seja o responsável pelos ferimentos do bebê. No bairro onde a família mora, os vizinhos ficaram surpresos com a prisão do açougueiro. Para eles, o homem é inocente.

O enteado do suspeito, filho mais velho da mulher, falou sobre o relacionamento com o padrasto. Ele disse que o homem é trabalhador, e cuida muito bem da criança. 

Na manha desta segunda-feira (01), representantes do Conselho Tutelar de Cariacica estiveram na casa do casal. Segundo vizinhos, o conselho já havia sido acionado em situações anteriores. O bebê está internado em estado grave, e o homem, segundo a policia, foi autuado por homicídio qualificado tentado e encaminhado ao presídio de Viana.

Por nota, a prefeitura de Cariacica informou que o Conselho Tutelar acompanha o caso. Na manhã desta segunda-feira (01), após serem acionados pelo Hospital Infantil de Vitória, uma equipe foi até a residência da família. Lá, constataram que o outro filho do casal, um menino de 5 anos, deveria ser encaminhado para outro local, já que a mãe sofre de transtorno mental. A criança foi entregue aos cuidadas de uma tia.

Em relação ao bebê, que está no Hospital Infantil, ele está acompanhado pelo irmão mais velho, de 18 anos. O Conselho Tutelar manteve contato com o Infantil de Vitória em todas as vezes que a criança foi atendida. 

Com informações da repórter Rafaela Freitas, da TV Vitória!