• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Polícia admite que bandidos flagrados com armas em São Benedito podem estar em outros bairros

  • COMPARTILHE
Polícia

Polícia admite que bandidos flagrados com armas em São Benedito podem estar em outros bairros

Segundo a PM, há risco desses criminosos escaparem para regiões vizinhas principalmente, como Bairro da Penha e Itararé. Nenhum foi preso até agora

Criminosos foram flagrados ostentando armas no meio da rua em São Benedito | Foto: Reprodução

A Polícia Militar reconhece que existe o risco de os criminosos que foram flagrados ostentando armas em plena luz do dia pelas ruas do bairro São Benedito, em Vitória, escaparem para outras regiões na capital. Dois dias depois do flagrante, feito por câmeras de videomonitoramento da região, nenhum dos suspeitos ainda foi preso.

Segundo o comandante do 1º Batalhão da PM, tenente-coronel Geovânio Ribeiro, regiões vizinhas, como Bairro da Penha e Itararé, por exemplo, podem ser a rota de fuga desses criminosos.

"Existe sempre a possibilidade de sair do cenário por um tempo, isso acontece. Esse acompanhamento agora é um processo investigativo, que tem que ser feito para ver se a gente consegue ter êxito na prisão desses elementos", destacou o comandante.

A polícia identificou três suspeitos que aparecem nos vídeos. Jéferson da Hora Cordeiro, de 20 anos, aparece nas imagens de moto e com uma camisa do Palmeiras. De acordo com levantamento da polícia, Jéferson tem passagens desde 2013, sendo quatro por tráfico de drogas e uma na Lei Maria da Penha.

O jovem que aparece nas imagens tirando a pistola da cintura e apontando para o alto é Alexandre Costa Júnior, de 18 anos. Na ficha policial dele constam 14 passagens pela polícia, sendo 12 por tráfico de drogas. A mais recente foi em maio deste ano. Segundo a PM, Alexandre também possui passagens por roubo de veículo e tentativa de homicídio.

Já o que aparece de camisa social e com uma arma na mão é Marcos Vinícius Guimarães da Silva, de 21 anos. O primeiro registro dele na polícia é de 2010, quando tinha apenas 13 anos. Desde então, Marcos foi abordado em diversas operações policiais.

"Esses indivíduos, no caso do Alexandre, ele tem 14 passagens. No caso do Jéferson, são cinco passagens. E ainda há um terceiro elemento, com 12 passagens. Quando a gente olha as passagens, tem Maria da Penha, tráfico de drogas, porte de armas, roubo de veículos, esse tipo de crime. Então são indivíduos reiteradamente abordados e, quando não abordados, flagrados, conduzidos e presos. Então é esse histórico que esses indivíduos que lá estavam portando essas armas têm", ressaltou o tenente-coronel.

Reforço no policiamento

Após a divulgação das imagens dos suspeitos circulando livremente pelas ruas de São Benedito com armas na mão, a Polícia Militar reforçou o efetivo na região. Militares da Força-Tática do 1º Batalhão estão realizando o policiamento 24 horas por dia no bairro, próximo à praça. Esse policiamento deverá ser mantido até novembro.

Policiais estão fazendo o patrulhamento 24 horas em São Benedito até novembro | Foto: TV Vitória

Devido à gravidade da situação em São Benedito, o policiamento deverá ser reforçado ainda por policiais de outros municípios da Grande Vitória, como os do 4º Batalhão, em Vila Velha, e do 6º Batalhão, na Serra. Militares da Companhia Independente de Missões Especiais (CIMEsp) também reforçarão o efetivo.

"Além disso, receberemos apoio do Batalhão de Trânsito e faremos blitze de Lei Seca no entorno. E o nosso pelotão de áreas elevadas está mobilizado para fazer o patrulhamento a pé", frisou o comandante.