• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Dupla é presa em Vila Velha suspeita de clonar identidade de administradora para aplicar golpes

  • COMPARTILHE
Polícia

Dupla é presa em Vila Velha suspeita de clonar identidade de administradora para aplicar golpes

De acordo com a polícia, o prejuízo causado por Francisco Valdelene Camilo Fernandes e Simone Nascimento Pinheiro Rosário superam os R$ 60 mil

Duas pessoas foram presas, na noite de quarta-feira (12), em Vila Velha, acusadas de clonar a carteira de identidade de uma administradora de 46 anos e utilizar o documento para realizarem compras e aplicarem diversos golpes. De acordo com a polícia, o prejuízo causado por Francisco Valdelene Camilo Fernandes, de 48 anos, e Simone Nascimento Pinheiro Rosário, de 39, superam os R$ 60 mil.

Ainda segundo a polícia, além de clonar o documento, os dois suspeitos também registraram uma linha de telefone no nome da vítima e imprimiram contracheques de um benefício que ela recebe no INSS, para dar credibilidade nos golpes.

"Nós chegamos até eles através de uma das vítimas, que teve os dados copiados para uma carteira de identidade falsa, com a qual eles fizeram uma série de empréstimos e compras, de um montante aproximado de R$ 60 mil. Eles tiveram acesso, inclusive, a dados do contra-cheque e até à senha do benefício da vítima", disse o delegado Danilo Bahiense, da Superintendência de Polícia Técnico-Científica.

A vítima só ficou sabendo do golpe porque, de acordo com o delegado, ela recebeu inúmeras ligações desde o último sábado (08), confirmando compras e empréstimos. Desconfiada da dupla, a funcionária de uma financeira onde os suspeitos fizeram empréstimo ligou para a vítima e ofereceu ajuda para denunciar o caso à polícia.

Um encontro entre a funcionária e os suspeitos foi marcado dentro de um shopping da Grande Vitória. No local, a dupla ia assinar os papéis de mais um empréstimo, mas acabaram presos.

"Eles se passavam por marido e mulher e tomavam uma série de cuidados. Mas ontem foram até um shopping, em Vila Velha, para assinarem um determinado documento, com o qual receberiam um valor de R$ 42 mil, relativos a cinco empréstimos de financeiras de Guarapari. No local, eles foram surpreendidos pela nossa equipe, que já estava no encalço da quadrilha", destacou Danilo Bahiense.

O delegado acredita que os suspeitos fazem parte de uma organização criminosa, mas não soube informar quanto tempo eles atuam no crime. A expectativa é que, com a divulgação dos suspeitos, mais vítimas apareçam para denunciá-los.