• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Empresários são suspeitos de envolvimento na morte de advogado em Cachoeiro

  • COMPARTILHE
Polícia

Empresários são suspeitos de envolvimento na morte de advogado em Cachoeiro

Na última quarta-feira (26), a Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Espírito Santo (OAB-ES) cobrou as autoridades da cidade uma resposta ao assassinato de Fernando da Costa Ghio, ocorrido no último dia 14

Na tarde desta quinta-feira (27), a Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV) de Cachoeiro divulgou informações sobre o assassinato do advogado Fernando da Costa Ghio, de 35 anos, morto com um tiro na cabeça no interior de seu veículo, no último dia 14. As informações foram divulgadas após a Ordem dos Advogados do Brasil - Seção Espírito Santo (OAB-ES) cobrar uma solução para o caso.

De acordo com o delegado Guilherme Eugênio, responsável pelas investigações, cinco envolvidos já foram identificados. "Estamos realizando diligências acerca do caso, que envolve a atuação de três empresários, dois pistoleiros, além do advogado. O crime foi motivado por relações negociais entre empresários, originando dívidas mediadas pelo advogado", explica o delegado.

Os nomes dos envolvidos não foram divulgados. "É importante esclarecer que o advogado não foi contratado para o exercício de sua função. As demais informações não serão divulgadas até a conclusão do inquérito policial, para não prejudicar o trabalho da polícia", completa Guilherme.

Durante um evento em Cachoeiro, na noite da última quarta-feira (27), o presidente da Seccional, Homero Mafra, cobrou as autoridades da segurança pública de Cachoeiro uma solução para o assassinato. "Que se apontem os assassinos de Fernando. Que não permaneça impune a morte de um advogado. É preciso uma apuração mais rápida, mais célere e real. Precisamos apontar para a sociedade aquele ou aqueles que tiraram a vida do advogado. Precisamos de cobrar isso", disse.