• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Espírito Santo possui quase mil presos foragidos. Veja lista dos mais procurados

  • COMPARTILHE
Polícia

Espírito Santo possui quase mil presos foragidos. Veja lista dos mais procurados

As ligações para o Disque-Denúncia podem ser feitas de maneira anônima. O serviço funciona 24 horas por dia durante todos os dias

Atualmente, o Espírito Santo possui 994 foragidos da Justiça. É o que aponta um levantamento realizado com base nos dados disponibilizados pelo Governo do Estado. Na maior parte dos casos, estes são detentos do regime semiaberto que deixaram o presídio para trabalhar e não retornaram. Para capturar estes fugitivos, a Secretaria Estadual de Segurança Pública conta com a ajuda da população por meio do Disque-denúncia 181.

Na lista dos dez criminosos mais procurados do Espírito Santo, identificados no site da Secretaria de Segurança Pública do Estado (Sesp) está Bleyby Consuelo de Souza, 31 anos, apontado como líder de uma gangue que ateava fogo em ônibus na Grande Vitória. Condenado a mais de 15 anos de prisão em 2015, por homicídio qualificado.

O foragido cumpria pena no presídio de segurança máxima de Viana e fugiu durante um atendimento médico em uma unidade de Pronto Atendimento do município. Ele também é suspeito de um assassinato que aconteceu dois dias após a fuga.

Outro integrante da lista da Sesp é Ednei Marques Gregório, 36 anos, acusado de participar do assalto a uma agência bancária dentro de um shopping de Vitória em 2009 e condenado a 18 anos de prisão, também por homicídio qualificado.

Veja a lista dos mais procurados do Estado

Na tentativa de localizar os foragidos, a Secretaria de Segurança Pública do Espírito Santo conta com a ajuda do Disque-Denúncia 181. Este serviço foi criado há 16 anos e funciona 24 horas por dia. Somente nos seis primeiros meses deste ano, a Central recebeu 20 mil ligações anônimas, 19,5% a mais do que no mesmo período de 2016.

De acordo com o gerente do serviço, Paulo Expedicto, o cidadão consegue ter um controle da denúncia realizada. "Quando o cidadão liga, ele recebe uma senha para servir de referência para que ele possa acompanhar o resultado. Ele também pode complementar uma denúncia já feita anteriormente", explicou.

Expedicto ainda afirma que desde 2001, o serviço possibilitou a captura de mais de 500 foragidos da Justiça. Somente no primeiro semestre deste ano, as ligações anônimas devolveram 55 criminosos ao presídio. Para ele, essas são informações importantes que contribuem para a segurança da população. "Indivíduos que constavam na lista dos mais procurado já foram encontrados, entorpecentes já foram apreendidos pela polícia por conta do Disque-Denúncia", ressalta.