• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Família do crime: pai e filho são presos suspeitos de roubo em Vila Velha

  • COMPARTILHE
Polícia

Família do crime: pai e filho são presos suspeitos de roubo em Vila Velha

Além disso, a irmã de Jonathas Feitoza Mendes foi autuada por receptação, por ter sido flagrada com um celular roubado pelo rapaz

A polícia prendeu, em Vila Velha, pai e filho, suspeitos de cometerem roubos. Abraão Silva Mendes, de 40 anos, e Jonathas Feitoza Mendes, de 22, foram detidos em uma casa no bairro Ponta da Fruta. Além disso, a irmã de Jonathas foi autuada por receptação.

O rapaz foi preso por policiais da Divisão de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio (DRCCP) nesta quinta-feira (24). Contra Jonathas, havia um mandado em prisão em aberto por roubo qualificado. 

Já Abraão havia sido detido em flagrante por posse de arma, mas a polícia verificou que contra ele também havia um mandado de prisão por roubo. Ainda segundo a polícia, ele também já teve passagens pela Justiça por homicídio e receptação.

De acordo com o delegado Fabiano Rosa, da DRCCP, a polícia chegou até a família após investigar o roubo de um carro, ocorrido em junho. O crime teria sido praticado por Jonathas. O veículo, um Gol prata, até agora não foi encontrado.

"No dia 16 de junho, ele, fazendo uso de arma de fogo, assaltou um casal. No momento em que esse casal entrava no veiculo, ele anunciou o assalto e subtraiu a bolsa, celular e o veículo da vítima, que, até o momento, não foi recuperado", disse Fabiano Rosa.

Os policiais rastrearam o aparelho da vitima, que não estava desligado. Ele foi localizado com uma mulher, que, para a surpresa dos policiais, era a irmã do suspeito. Jonathas então foi intimado para ir à delegacia e foi reconhecido pelas vítimas.

No entanto, para fechar o inquérito, a polícia ainda precisava encontrar a arma usada no crime. Para isso, o delegado obteve na Justiça a autorização para realizar buscas na casa de Jonathas, em Ponta da Fruta.

Os policiais foram até o local, mas não localizaram o suspeito. No entanto, o pai dele estava na residência e teria tentado se jogar a arma fora.

"No dia do cumprimento, para nossa surpresa, o pai dele estava na residência e tentou dispensar a arma. Ele foi preso por posse ilegal de arma de fogo e, quando chegou na delegacia, os policiais consultaram que tinha um mandado em aberto em desfavor dele. Então além do Jonathas ter cometido esse roubo, o pai dele já tem antecedentes por roubo também", frisou Fabiano Rosa.

Com relação à irmã de Jonathas, o delegado explicou que ela assinou um termo circunstanciado, por receptação culposa, e foi liberada. Segundo Fabiano Rosa, a mulher alegou que não sabia que o celular era roubado.