• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Flanelinhas são alvo de nova operação no Centro de Cachoeiro

  • COMPARTILHE
Polícia

Flanelinhas são alvo de nova operação no Centro de Cachoeiro

A fiscalização tem como intuito coibir a prática ilegal de cobrança na área central da cidade, que incluem intimidação, tráfico de drogas e locais irregulares para estacionamento, como esquinas e calçadas de vias principais

A ação de flanelinhas na região central de Cachoeiro foi alvo de uma operação conjunta entre a Guarda Civil Municipal (GCM) e a Polícia Militar. Sete pessoas foram notificadas e quatro foram encaminhadas para a Delegacia Regional do município para averiguações.

Ao todo, participaram da ação 24 agentes da Guarda Municipal, sete militares, dois agentes de fiscalização da prefeitura e três agentes de Trânsito. No total, as equipes contaram com 35 agentes e suporte de 14 viaturas.

Os conduzidos até a delegacia são flanelinhas já notificados em operações semelhantes, mas que não cumpriram as determinações e voltaram a abordar motoristas que usam vagas públicas para veículos.

A partir da intensificação da fiscalização, há alguns meses, 80% dos flanelinhas já receberam a notificação na cidade. As irregularidades incluem intimidação, uso das regiões para tráfico de drogas e estímulo ao uso de áreas irregulares para estacionamento, como calçadas e esquinas.

“Desde que começamos as abordagens, alguns desses flanelinhas chegaram a mudar a vestimenta, com camisas identificadas com a palavra 'segurança', para tentar amenizar o impacto da irregularidade junto aos motoristas, mas, todos devem ficar atentos e denunciar esse tipo de prática”, alerta o subsecretário de Defesa Social, capitão Athos Alves, que coordenou a ação.

As áreas de maior incidência na cidade são: Linha Vermelha, próximo ao Museu Ferroviário; acesso ao bairro Basiléia pelo Guandu; rua Brahim Seder; viaduto do Hospital Infantil; ruas próximas a clínicas no bairro Gilberto Machado e a Praça de Fátima.