• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Funcionários furtam R$ 50 mil em carnes de distribuidora e acabam presos em Cariacica

  • COMPARTILHE
Polícia

Funcionários furtam R$ 50 mil em carnes de distribuidora e acabam presos em Cariacica

Os indivíduos foram identificados como Camilo de Castro e Silva Neto, de 20 anos, Jhones da Silva Reis, de 24, e Jones da Mota Moura, de 41

Três funcionários de uma distribuidora de alimentos localizada em Cariacica foram presos nesta sexta-feira (11), no município de Cariacica. De acordo com a Polícia Civil, o trio estava furtando produtos como bacon, contra filé e muçarela. Os indivíduos foram identificados como Camilo de Castro e Silva Neto, de 20 anos, Jhones da Silva Reis, de 24, e Jones da Mota Moura, de 41.

Na delegacia, o comerciante contou que percebeu algo de errado no estoque da empresa há quatro meses. Desconfiando, ele instalou câmeras de segurança dentro do galpão e finalmente descobriu a participação dos três funcionários. Com as imagens em mãos, a vítima procurou a delegacia e nesta sexta-feira, menos de 24 horas após a denúncia, o trio foi preso.

De acordo com a polícia, os criminosos vendiam produtos para outros comerciantes da região. Um dos compradores, de acordo com os suspeitos, é Genosias Leopoldo Pereira, de 54 anos, dono de um restaurante, que foi autuado pelo delegado por receptação.

"Todo mundo estava pegando a mercadoria e eu pensei: 'deve ser algum comerciante que está vendendo, né?'. Aí depois várias vezes ele pediu se poderia deixar as caixas ali. Eu deixei e o pessoal que ele vendia chegava e pegava. Eu não pegava mercadoria, portanto eu não sabia se tinha nota fiscal ou não", diz Pereira.

Para a vítima, que teve um prejuízo de 50 mil reais, manter a empresa organizada e sob controle pode evitar crimes como este. "Se você tem o mínimo de organização na empresa você consegue perceber no balanço de estoque o que está sendo furtado. Se você não tem a mercadoria no estoque você não vendeu efetivamente o que está declarado. Se faltou no estoque, teoricamente o retirada a mercadoria", diz o comerciante.