• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Homem abusava da filha de 13 anos enquanto esposa ia à igreja no ES

  • COMPARTILHE
Polícia

Homem abusava da filha de 13 anos enquanto esposa ia à igreja no ES

Suspeito, de 47 anos, se entregou à polícia na manhã desta sexta-feira e confessou os abusos

Um homem de 47 anos se entregou à polícia, na manhã desta sexta-feira (18), e confessou ter estuprado a própria filha, uma menina de 13 anos. Segundo a polícia, o suspeito contou que os abusos aconteciam dentro da própria casa, quando a mãe da vítima ia para a igreja.

A vítima contou à polícia que tudo começou em dezembro do ano passado. Segundo a adolescente, o pai oferecia dinheiro para que pudesse cometer os abusos. Cansada da situação, ela contou para a mãe e, juntas, as duas procuraram ajuda da polícia.

Na época, o suspeito foi ouvido pelo titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), delegado Lorenzo Pazolini. No entanto, ele teria fugido para a Bahia há cerca de dois meses.

"Nós também realizamos diligências lá, com o apoio da Polícia Civil do estado da Bahia, e conseguimos identificar que ele estava localizado no ferro-velho do irmão, em uma cidade no interior da Bahia. E hoje ele nos procurou na delegacia, a pretexto, segundo ele, de ficar com a consciência tranquila. Já havia um mandado de prisão preventiva expedida em desfavor do mesmo, foi dado cumprimento ao mandado e ele agora vai ficar recolhido", ressaltou Lorenzo Pazolini.

O acusado, no entanto, nega que tenha tentado fugir da polícia. "Eu tenho trabalho lá na Bahia. Eu não fui fugido", alegou.

Na delegacia, o suspeito admitiu ter passado a mão nas partes íntimas da filha. No entanto, ele alega estar arrependido e diz ter esperanças de, um dia, ganhar o perdão da filha.

"A única coisa que eu fiz foi passar a mão nela, nas partes íntimas dela. Foi um erro que eu cometi, um deslize meu, uma fraqueza. Estou arrependido e peço perdão a ela", afirmou o suspeito.