• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Moradores protestam após morte de doméstica ao voltar da igreja em Vitória

  • COMPARTILHE
Polícia

Moradores protestam após morte de doméstica ao voltar da igreja em Vitória

Ela foi vítima de bala perdida e não resistiu aos ferimentos. Os manifestantes colocaram fogo na via

Moradores do bairro Joana Darc, em Vitória, realizaram um protesto contra a morte da doméstica Maria Djuda Anastácio Gonçalves, de 39 anos. Ela foi vítima de bala perdida quando voltava da igreja, na noite da última quinta-feira (17), mas não resistiu aos ferimentos. Os manifestantes fecharam a Avenida Marechal Campos, na manhã desta sexta-feira (18), e colocaram fogo na via.

Testemunhas disseram que a mulher foi ferida próximo à casa onde morava com a família. Ela voltava da igreja com uma sobrinha recém nascida no colo. “Quando eu cheguei ela já estava caída no chão com o bebê. Ela voltava da igreja e foi atingida no susto”, contou uma testemunha.

Testemunhas contaram que o crime aconteceu por volta das 20 horas. Em uma das ruas que ela passou acontecia uma troca de tiros. De acordo com os moradores, os suspeitos desceram por uma escada atirando, e Maria acabou atingida. Ela foi socorrida pelo marido, mas não resistiu e morreu no hospital. Tudo aconteceu em frente à Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar.

A rua onde aconteceu o crime fica exatamente atrás do Parque Municipal Barreiros. Segundo os moradores, foram muitos tiros efetuados. Um momento de pânico, pois muitas pessoas costumam ficar na rua no horário em que aconteceu o tiroteio.