• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Polícia recupera sacas de café e carne furtada em propriedade rural de Castelo

  • COMPARTILHE
Polícia

Polícia recupera sacas de café e carne furtada em propriedade rural de Castelo

Os militares chegaram ao material após uma denúncia de furto de um aparelho de som de um caminhão. A carga foi recuperada em Conceição do Castelo. Além do produto do crime, a polícia encontrou a quantia de R$ 4.192,00 em dinheiro

O furto de um aparelho de som de um caminhão em Castelo levou a polícia a localizar uma carga de café e cortes de carne bovina, que foram furtadas em propriedades no interior do município. A ação teve início na manhã da última quinta-feira (17), e só foi encerrada à noite. Quatro pessoas foram detidas durante a operação.

Segundo informações da Polícia Militar, um caminhoneiro acionou os militares depois de constatar o furto em seu veículo. Com a características do suspeito, os policiais realizaram buscas pela região e ele foi encontrado minutos depois. Ao ser questionado sobre o crime, ele confessou e disse que tinha vendido o aparelho ao cunhado pela quantia de R$ 20.

Os militares seguiram a até a residência do cunhado, localizada no bairro Niterói, e encontraram o aparelho. No local também foram encontradas diversas aves sem anilhas, sem comida e água. Aparentando nervosismo, o homem levantou suspeitas da polícia, que encontrou ainda no imóvel um veículo, aparelhos eletrônicos, munição, carne de tatu e cortes congelados de carne bovina em um freezer.

Na última semana, a Polícia Militar tinha registrado furto de gado em uma fazenda da localidade de Prata, zona rural do município. Além disso, os policiais encontraram a quantia de R$ 4.192,00 em dinheiro. Ao ser questionado, outro suspeito que estava no local confessou que eles tinham furtado sacas de café, e que 30 sacas tinham sido vendidas para um comerciante no município de Conceição do Castelo.

No local indicado, os militares recuperaram a carga. O comerciante confessou ter comprado a mercadoria sem nota fiscal pelo valor de R$ 12 mil. Todos foram detidos e encaminhados para a Delegacia Regional de Cachoeiro para providências.