• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Suspeitos de fabricar armas para criminosos do ES e de MG são presos em Vila Velha

  • COMPARTILHE
Polícia

Suspeitos de fabricar armas para criminosos do ES e de MG são presos em Vila Velha

Os suspeitos foram encontrados durante um patrulhamento de rotina. Todo o material estava dentro de uma casa

Dois homens foram presos no bairro Cobilândia, em Vila Velha. Segundo a polícia, eles fabricavam armas que seriam vendidas para assaltantes de cidades do interior de Minas Gerais. Um suposto cliente também foi preso.

De acordo com a polícia, os responsáveis pela produção do armamento eram Luciano Carlos dos Santos, de 35 anos, e Ítalo da Silva Alexandre, de 31 anos. No local uma metralhadora calibre ponto 40 foi apreendida.

A polícia chegou até os suspeitos durante um patrulhamento rotineiro. Foi no final da tarde da última segunda-feira (14). Os PMs passavam por uma rua do bairro, perto da delegacia e da companhia militar. Eles viram um carro todo aberto e parado em frente à uma casa. Os policiais acharam estranho e decidiram verificar.

Segundo a polícia, o chassi do veículo estava adulterado e a placa com restrição de furto e roubo. A residência estava aberta e os PMs entraram. Além das armas de fabricação caseira, no local encontraram um revólver que estava carregado, maconha, munição de calibres variados e outro carro, com chassi adulterado.

Ainda de acordo com a polícia, Luciano e Ítalo vendiam as armas principalmente para serem usadas assaltos em cidades do interior de Minas Gerais. Os suspeitos negam. “Eu mesmo nem moro na casa. Não confessamos nada, pois ele [o delegado] nem conversou com a gente. É mentira. A Justiça vai falar isso”, afirmou Luciano.

Mesmo com eles negando, a polícia afirma que parte do pagamento pelas vendas das armas eles recebiam em produtos de roubos. Notebooks e peças de ouro foram apreendidas. Segundo a PM, aqui no Estado os dois também tinham clientes e o pagamento era em troca de drogas.

Um suporto cliente identificado como Rafael Reis Vagner, 23 anos, foi preso. Na casa onde ele estava foram encontradas drogas e pinos vazios. Os três homens foram levados para a Delegacia Regional de Vila Velha. Rafael foi autuado por tráfico de drogas, já os outros responderão pelo mesmo crime, além de receptação e porte ilegal de armas. Os três já foram transferidos para o Centro de Detenção Provisória de Viana.