• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Traficantes usam tumbas de cemitério para armazenar drogas na Serra

  • COMPARTILHE
Polícia

Traficantes usam tumbas de cemitério para armazenar drogas na Serra

Foram apreendidas quase 300 buchas de maconha por militares do 6º Batalhão da Polícia Militar em conjunto com o canil da PM

Nem mesmo os mortos podem descansar em paz para os traficantes de Carapina Grande, na Serra. Militares do 6º Batalhão da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES), em conjunto com o canil da PM, apreenderam 288 buchas de maconha no cemitério do bairro, no início da tarde desta quarta-feira (02). Ninguém foi detido durante a ação.

Segundo o comandante do 6º Batalhão, tenente coronel Mauro, os militares chegaram aos entorpecentes após receberem denúncias anônimas. "O comando foi confiante nas denúncias devido ao fato de, nos últimos três meses, ter cumprido mais de 30 mandados de busca e apreensão no bairro. Para a ocorrência, pedimos auxílio do canil da Polícia Militar com cães farejadores", diz Mauro.

O militar fala ainda que o armazenamento de drogas no local é uma falta de respeito. "Esse pessoal não tem respeito nem com os mortos. Foi com o objetivo de mexer o menos possível nos jazigos que solicitamos a presença dos cães. Na operação não houve detidos, mas certamente conseguimos inibir a continuidade de armazenamento de entorpecentes no cemitério", comenta o tenente coronel.