• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Três amigos são sequestrados em Cariacica e assassinados na Serra

  • COMPARTILHE
Polícia

Três amigos são sequestrados em Cariacica e assassinados na Serra

O trio estava pegando capim para alimentar os cavalos quando foram surpreendidos por quatro suspeitos do crime

Três jovens, amigos de infância, foram sequestrados em Cariacica e assassinados a tiros na Serra. O crime aconteceu no final da tarde da última segunda-feira (14). Eles estavam pegando capim para alimentar cavalos quando desapareceram. As vítimas foram identificadas como Felipe Pinto do Nascimento, de 20 anos, o repositor Rafael Silva dos Reis, de 23 anos, e o cabeleireiro Vitor de Souza Almeida, de 21 anos.

“A informação que eu tive é que eles estavam em um bairro e quando ele [Felipe] e os amigos dele estava pegando os negócios para dar para o cavalo, chegaram lá e mandaram eles ajoelharem. Ele não obedeceu e foi nisso que deram um tiro nele, colocaram eles no carro e levaram para outro bairro que eu não sei”, contou uma estudante prima de uma das vítimas.

De acordo com a estudante, prima de um dos jovens, antes deles serem mortos os amigos foram sequestrados no bairro onde moravam, em nova Esperança I, em Cariacica. “Nós ficamos desesperados com e quando foi a noite mandaram uma foto comprovando a morte deles”, disse a estudante.

Cerca de 5 horas após desaparecerem, os familiares ficaram sabendo da morte dos rapazes. Segundo os moradores da região, os três amigos estavam sentados quando quatro homens chegaram e levaram eles primeiro para uma casa que em um terreno particular. Meia hora depois eles ouviram o barulho de um tiro e viram ainda os suspeitos colocando as vítimas em uma caminhonete e saindo. Depois de saírem do local, os moradores foram olhar e encontraram as paredes da casa sujas de sangue.

De acordo com uma parente de Rafael, quando eles foram sequestrados o repositor estava junto com uma criança, o filho dele de apenas dois anos. O motivo do crime ainda é um mistério para as famílias, que esperam por justiça.