• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Caso Milena: divórcio seria assinado um dia depois do crime, diz tio da vítima

  • COMPARTILHE
Polícia

Caso Milena: divórcio seria assinado um dia depois do crime, diz tio da vítima

Milena Gottardi foi assassinada no último dia 14 com um tiro na cabeça

Na manhã desta sexta-feira (22), parentes e amigos de Milena Gottardi, assassinada no último dia 14, em Vitória, se reuniram para mais um momento de homenagem à médica. O crime teria acontecido um dia antes da data marcada para assinatura dos papéis do divórcio.

De acordo com José Geraldo Gottardi, tio da vítima, a questão da separação de Milena com ex-marido, o policial civil Hilário Antônio Fioroti Frasson, seria resolvida na sexta-feira (15). "Já estava tudo certo e com horário marcado, mas na quinta acontece isso", conta.

Apesar da tristeza, José Geraldo afirma que a notícia da prisão do ex-marido da médica, apontado como um dos mandantes do crime, provocou alívio na família. "Estamos aliviados. A mãe dela até queria participar dessa missa", disse.

Segundo o tio da vítima, a família já conhecia as ameaças sofridas pela médica e, desde o início, desconfiou da participação de Hilário. "O pai dele estava no hospital igual à um inocente. Tem um advogado falando que ele é inocente, mas é porque ele não procurou saber quem é Milena e nem quem é a nossa família", desabafa.

A missa que aconteceu no Hospital Infantil de Vitória teve início às 7 horas e outro momento também foi celebrado na Santa Casa de Vitória, reunindo amigos de Milena para mais um momento de oração.