• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cinco bicicletas roubadas apenas nesta semana em avenida da Serra

  • COMPARTILHE
Polícia

Cinco bicicletas roubadas apenas nesta semana em avenida da Serra

Segundo ciclistas que trafegam pelo município, os roubos acontecem principalmente na hora em que as pessoas estão indo ou voltando do trabalho

Ciclistas que pedalam pelas ruas da Serra estão assustados com a quantidade de assaltos ocorridos nos últimos dias no município. Segundo eles, os roubos acontecem a qualquer hora do dia, principalmente na hora em que as pessoas estão indo ou voltando do trabalho.

Na Avenida Talma de Freitas, por exemplo, que liga os bairros Laranjeiras e Jacaraípe, cinco bicicletas foram roubadas apenas nesta semana, segundo ciclistas que costumam trafegar pelo local. Eles contam que os suspeitos geralmente chegam de carro ou moto, em grupos de dois ou três, e anunciam o assalto.

"Pelo que eu percebi, nos últimos dois meses isso tem aumentado muito. Semana passada também foram várias bicicletas [roubadas], inclusive com um amigo de grupo, e essa semana já foram cinco", afirmou o funcionário público Vespasiano Farias.

Segundo os ciclistas, na maioria das vezes os suspeitos agem bem cedo, entre 5 e 8 horas, e à noite, horários em que as pessoas chegam ou saem do trabalho e também quando grupos de ciclistas aproveitam para pedalar.

O auxiliar administrativo Wagner Corrêa conta que foi vítima de bandidos no final de agosto. "Dois indivíduos armados levaram todos os meus pertences: celular, bomba de encher pneu de bicicleta, o kit de remendo, minha bicicleta. Infelizmente a gente está passando por essa insegurança", lamentou.

Já Roseane Pereira, que atualmente está desempregada, também teve a bicicleta levada por criminosos e disse que chegou a ver a bicicleta tempos depois, mas não pôde fazer nada.

"Há mais ou menos dois meses eu estava descendo lá no Portal de Aracruz, antes das garças, e vi o rapaz subindo. Eu nem queria acreditar que era ela, mas era. Eu não sei se o rapaz que estava em cima dela foi um dos que me abordaram. Eu vim pedalando rápido até a Delegacia de Jacaraípe, falei com o policial e ele disse que eu tinha que ter o BO", contou.

Os ciclistas indicam ainda três pontos na Serra onde as ocorrências estariam mais frequentes. "Do terminal de Jacaraípe até o terminal de Laranjeiras, passando pela Talma Rodrigues; do terminal de Jacaraípe indo para Manguinhos, passando pelos prédios da Rossi; e do terminal de Jacaraípe indo para Serra-Sede, passando por Serra Dourada. São os três pontos onde estão ocorrendo mais roubos aqui na Serra", afirmou o empresário e professor Daniel Simões.

Eles também pedem mais atenção às autoridades de segurança. "Nós pedimos socorro aos gestores públicos e a Secretaria de Segurança, municipal e estadual, para que olhem para a gente. O ciclismo não é somente a prática de atividade física. É também saúde e, acima de tudo, uma mobilidade urbana", destacou Simões.