• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Discussão em forró acaba com homem assassinado a golpes de picareta na Serra

  • COMPARTILHE
Polícia

Discussão em forró acaba com homem assassinado a golpes de picareta na Serra

O homem contou que ajudou a transportar o corpo, mas diz que não matou a vítima

Um homem foi preso em flagrante após matar um homem em um forró, no último domingo (3), no bairro Central Carapina, na Serra.

De acordo com informações de policiais da Delegacia de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), Paulo Ferreira de Oliveira foi preso em flagrante em uma casa. 

Segundo os militares, ele estava com a bermuda e camisa utilizadas no crime, manchadas de sangue. Além disso, no porta-malas do carro do autor também foi encontrada grande quantidade de sangue, possivelmente da vítima.

Segundo o delegado Breno Andrade, Paulo afirmou que era amigo da vítima e a motivação do crime seria por uma discussão em um forró. "Ele foi autuado em flagrante por homicídio por motivo fútil e por impossibilidade de defesa da vítima e será encaminhado ao presídio".

A vítima foi identificada como Jonathan Hélmer Campos, de 30 anos, que, segundo a polícia, foi morto a golpes de picareta. De acordo com as investigações, Paulo e Jonathan estavam em um forró, em Novo Horizonte, na Serra, e os dois haviam bebido e se envolveram em uma confusão. Paulo contou que ele e a vítima foram até Central Carapina de carro, junto com uma terceira pessoa, que teria matado Jonathan.

A polícia foi acionada por volta de 12 horas por moradores que encontraram o corpo em um matagal. Paulo acabou confessando a participação no crime, mas disse que quem desferiu os golpes foi outra pessoa, que o obrigou a dar apoio. “É um cara que tem sangue frio. Ele matou o menino praticamente na minha frente e eu fiquei com medo que ele fizesse alguma coisa comigo. Foi por isso que ajudei a levar o corpo", contou Paulo. 

A arma do crime, que Paulo afirma ser uma picareta que pertencia a ele, não foi localizada. A polícia ainda investiga se havia mais alguém no carro.