• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Homem não aceita separação e dá tesouradas na ex-mulher em VV

  • COMPARTILHE
Polícia

Homem não aceita separação e dá tesouradas na ex-mulher em VV

Ela já havia sido ameaçada antes e disse que não reataria o relacionamento

Uma aposentada de 45 anos foi ferida por várias tesouradas. O suspeito de cometer o crime é o ex-companheiro da vítima, um pedreiro de 36 anos. As agressões aconteceram na noite do último domingo (17), em Vila Velha. O motivo seria porque o acusado não aceitava o fim do relacionamento, que terminou há 15 dias.

"Ele não aceita. Fala que se eu não ficar com ele eu não vou ficar com ninguém e que ele vai me matar e vai se matar", disse a vítima.

No último final de semana o casal resolveu conversar. A aposentada não acetou reatar o relacionamento e disse que queria apenas manter a amizade. Porém, as brigas e ameaças começaram logo cedo e na tarde de domingo aconteceu a primeira tentativa de agressão, que foi com uma faca.

"Ele veio aqui, pegou uma faca branca e foi para o meu quarto, no segundo andar. Ele começou a falar que ia me matar, que não aceita que eu fique com outro. De repente ele tirou a faca do calção e pulou em cima de mim. Eu segurei a faca pela lâmina e pedi para que ele não fizesse isso", contou a mulher.

Segundo a aposentada, o ex não desistiu e premeditou tudo. Para ela, uma prova de que tudo estava arquitetado foi o que o suspeito falou para a ex-sogra. "Na hora que ele estava me convencendo a subir, depois de uma tarde inteira me ameaçando, ele deu um beijo na testa da minha mãe e pediu desculpa. Depois ele subiu e fez isso. Ele estava premeditando tudo. Ele ia me matar", revelou a vítima.

A aposentada foi levada para o Pronto Atendimento da Glória, em Vila Velha. Em seguida procurou a delegacia. Segundo a polícia, depois de agredir a ex-companheira, o pedreiro ligou várias vezes para a casa dela ameaçando a família. Ele queria intimidá-los. Na delegacia foi descoberto o endereço de onde ligava. Era uma casa em Cobilandia, onde mora a mãe dele. Os investigadores da Delegacia Regional de Vila Velha foram até lá e o encontraram no portão, ainda com a tesoura no bolso.

O pedreiro foi levado para a delegacia, onde foi autuado por tentativa de feminicídio. Na manhã desta segunda-feira (18) ele foi levado para o Centro de Detenção Provisória de Viana. A aposentada passa bem e não corre risco de morte.