• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Professor é rendido por bandidos armados dentro do campus da Ufes

  • COMPARTILHE
Polícia

Professor é rendido por bandidos armados dentro do campus da Ufes

Ricardo Franci se preparava para sair do laboratório onde trabalha, quando foi rendido pelos criminosos, que levaram o notebook onde estava toda sua pesquisa acadêmica

Um professor foi rendido por bandidos armados, no final da tarde de quinta-feira (28), dentro do campus da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), em Goiabieras, Vitória. Ricardo Franci, que coordena o Núcleo Água da universidade, se preparava para sair do laboratório onde trabalha, quando foi rendido por três criminosos.

Os bandidos roubaram diversos pertences da vítima, entre eles um notebook, onde estava toda a pesquisa acadêmica do professor. 

"Os indivíduos eram jovens, talvez não mais do que 18 anos, e estavam armados, um deles com uma espingarda de pequeno calibre. Eles estavam dentro do manguezal, do lado de fora da cerca do nosso setor. Eu fechei a porta da minha sala e, assim que me virei, eles me abordaram, pedindo a mochila, o celular e o meu relógio de pulso", contou a vítima.

O local de trabalho do professor fica afastado dos prédios principais, junto ao manguezal que margeia o campus. É o mesmo lugar onde outra pesquisadora foi roubado, no final de agosto.

Para Ricardo Franci, a insegurança dentro da universidade envergonha quem faz parte de sua história. "Trabalho na Ufes desde 1995 e hoje eu sinto vergonha pelo que essa instituição, tão importante para nós, oferece para a comunidade do Espírito Santo. Eu tenho filhos que estudam aqui na universidade e fico muito preocupado com a integridade deles", lamentou.

Segurança

A Polícia Militar informou, por meio de nota, que o projeto de policiamento no campus de Goiabeiras ainda está sendo analisado. Por enquanto a polícia diz que faz visitas tranquilizadoras e que a Secretaria de Segurança Pública está em diálogo com servidores, alunos e professores. Na semana passada, eles tiveram duas reuniões para trocar experiências.

Já a administração da universidade repetiu a informação que tem dado nos últimos meses. Por meio de nota, a Ufes afirmou que tem vigilantes próprios e terceirizados e câmeras de segurança. Além disso, árvores foram podadas e lâmpadas trocadas. 

Ainda segundo a instituição, um aplicativo, recém criado, possibilita que usuários enviem um alerta para a central de videomonitoramento da universidade. A Ufes reafirmou que o campus de Goiabeiras foi incluído nas rotas da PM.