• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Adolescente usa uniforme escolar e arma para cometer assaltos em Vila Velha

  • COMPARTILHE
Polícia

Adolescente usa uniforme escolar e arma para cometer assaltos em Vila Velha

Ele foi apreendido e portava uma arma calibre 32 que havia comprado por R$ 600 em uma feira do município

Um adolescente de 17 anos foi apreendido com um revólver calibre 32 dentro da mochila, em Santa Mônica, Vila Velha. Como disfarçe para cometer assaltos, ele usava o uniforme de uma escola estadual que fica na região.

A arma foi encontrada com seis munições. O adolescente foi apreendido na manhã dessa terça-feira (17), suspeito de cometer crimes na região. De acordo com o agente Vendramini da Guarda Municipal, o revólver teria sido comprada numa famosa feira do município. "Ele confessou que comprou na feira de Aribiri por R$ 600. As vítimas reconheceram tanto a arma quanto o suspeito", disse.

O rapaz foi apreendido com a ajuda de uma denúncia. Agentes da Guarda Municipal faziam patrulhamento, quando foram alertados por um motociclista que três estudantes de 16 anos de uma escola estadual haviam acabado de ser roubados. A testemunha apontou a direção para onde o suspeito havia fugido.

Os alunos não foram as únicas vítimas. Menos de uma hora antes do crime, o estagiário Diego Gava, que trabalha em uma outra escola, no bairro vizinho, havia sido assaltado. Ele afirma que o suspeito tinha um comparsa. "Era por volta das 7h15 e eu estava chegando para trabalhar quando a rua estava vazia e eu vi os dois se aproximando, mas pensei que nem eram suspeitos, pois estavam com unifome", disse.

Segundo a Guarda Municipal, o comparsa é outro rapaz de 17 anos, antigo aluno da escola, que abandonou os estudos em maio. Ele conseguiu escapar. Já o adolescente apreendido foi conduzido para a Delegacia Regional de Vila Velha. Na mochila ainda foi encontrado o celular de uma das vítimas.

"A informação é que eles usam o dia de quarta-feira para cometer crimes, pois tem uma feira perto da escola e eles conseguem se dispersar no meio da multidão", explicou o agente da Guarda Municipal.

A produção da TV Vitória entrou em contato com a Secretaria de Estado da Educação (Sedu). Até o início da tarde desta quarta-feira (18), não obteve retorno sobre os procedimentos referentes aos uniformes escolares. A Sedu informou que vai dar um posicionamento.