• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Juiz exige que diretor de delegacia onde Hilário está preso explique saída ao dentista

  • COMPARTILHE
Polícia

Juiz exige que diretor de delegacia onde Hilário está preso explique saída ao dentista

Acusado de matar a ex-esposa, a médica Milena Gottardi, o policial civil saiu da Delegacia de Novo México para ir ao dentista, nesta segunda-feira

O juiz Marcos Pereira Sanches, da 1ª Vara Criminal de Vitória, determinou que o diretor da delegacia em que o policial civil Hilário Frasson está preso, em Novo México, Vila Velha, esclareça a saída de Hilário da unidade. O magistrado determinou ainda que, no prazo de 48 horas, seja apresentado um relatório circunstanciado do ocorrido, que deverá ser apresentado ao Ministério Público Estadual.

O juiz reconhece que todo preso, inclusive o provisório, tem direito a tratamento médico, farmacêutico e odontológico, mas ressaltou que o esclarecimento é necessário para que haja maior transparência sobre o fato.

Acusado de ser o mandante do assassinato da ex-esposa, a médica Milena Gottardi, Hilário Frasson saiu do 19º Distrito Policial de Novo México, na manhã desta segunda-feira (30), para ir ao dentista, na Praia da Canto, em Vitória.

Sem algemas, Hilário voltou à delegacia por volta de 11 horas, em uma viatura descaracterizada da Polícia Civil. Os policiais estacionaram o veículo do lado de fora e ele entrou pela porta da frente.

De tênis, calça jeans e camisa de marca, o policial chegou ao local pouco depois das 9 horas. A consulta durou cerca de uma hora e quatro policiais civis acompanharam o acusado durante o atendimento. Funcionários não foram autorizados a informar que tipo de procedimento foi realizado.

Veja!