• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Operação em favelas de Santa Teresa busca arsenal de Rogério 157

  • COMPARTILHE
Polícia

Operação em favelas de Santa Teresa busca arsenal de Rogério 157

A operação é mais um desdobramento do trabalho iniciado na Rocinha, zona sul do Rio, no último dia 18. Segundo o serviço de inteligência da Polícia Civil, as favelas de Santa Teresa estão sendo usadas para guardar armas da quadrilha de Rogério 157

Policiais civis de delegacias especializadas fizeram uma operação nesta quarta-feira (4), nos morros do Fallet, Fogueteiro e dos Prazeres, em Santa Teresa, região central do Rio. Houve intenso tiroteio no começo da manhã, quando os agentes entraram nas comunidades. O helicóptero e os carros blindados deram apoio à ação. Um suspeito morreu e outros dois ficaram feridos, segundo a polícia, durante confronto com os agentes.

A operação é mais um desdobramento do trabalho iniciado na Rocinha, zona sul do Rio, no último dia 18. Segundo o serviço de inteligência da Polícia Civil, as favelas de Santa Teresa estão sendo usadas para guardar armas da quadrilha de Rogério 157, que disputa o controle dos pontos de tráfico da Rocinha com o traficante Nem, preso em uma penitenciária federal em Rondônia. Dezenas de policiais vasculharam as favelas à procura do arsenal do grupo.

A ação desta quarta foi desencadeada após a polícia descobrir mais um plano de invasão à Rocinha. De acordo com as investigações, os criminosos planejavam ajudar Rogério 157 a retomar o controle da favela.

Pela manhã, os policiais civil apreenderam dois menores durante a operação. Com eles, foram encontradas duas pistolas e um rádio transmissor. Carros e motos roubados também foram recuperados.

De acordo com informações da polícia, um adolescente foi baleado e socorrido para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro.

Por conta do confronto, as aulas foram canceladas nas proximidades dos morros do Fallet, Fogueteiro e Prazeres. Quase mil estudantes ficaram sem aulas, com o fechamento de seis instituições de ensino infantil.

Fuzil apreendido

As aulas também foram suspensas em Acari, zona norte do Rio. O tiroteio levou ao fechamento de duas creches, que atendem cerca de 430 crianças da comunidade.

Nesta terça, policiais do Batalhão de Irajá (41º BPM) prenderam dois suspeitos e apreenderam um fuzil durante operação na favela. Não há informações sobre feridos.

Jaqueline Suarez, estagiária do R7 Rio