• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Polícia fecha bar que funcionava como casa de prostituição na Serra

  • COMPARTILHE
Polícia

Polícia fecha bar que funcionava como casa de prostituição na Serra

Segundo delegado responsável pela ação, dono do estabelecimento alugava quartos para as garotas e cobrava delas R$ 20 de cada programa

A polícia fechou um bar em Laranjeiras, na Serra, onde o proprietário do estabelecimento estaria disponibilizando quartos para garotas realizarem programas. A operação foi realizada pela Delegacia de Costumes e Diversões (Decodi), na tarde desta quinta-feira (26).

De acordo com o delegado Ícaro Ruginski, responsável pela operação, o local funcionava como um ponto de prostituição. Segundo o delegado, o dono do bar cobrava R$ 20 das garotas por cada programa que elas faziam.

O estabelecimento, localizado na Rua Rafael, funciona nos fundos e na garagem de uma casa. No imóvel, há sete quartos que, de acordo com a polícia, eram alugados pelas garotas para que elas realizassem programas.

O proprietário do estabelecimento e sete garotas de programa foram encaminhados para a delegacia, para prestar esclarecimentos. No local, a polícia encontrou ainda três pinos de cocaína, sendo dois usados e um intacto.

Segundo o delegado, a polícia chegou até o local a partir de denúncias anônimas. "A partir das operações anteriores que realizamos, recebemos a denúncia de que naquele local funcionava um ponto de prostituição. O estabelecimento fica em frente a uma praça com quadras de esportes frequentadas por crianças, famílias, e toda aquela movimentação causava transtornos para a população local, devido ao barulho, cheiro de urina, entre outros", ressaltou Ícaro Ruginski.

No momento da operação, havia entre cinco e dez clientes no bar, mas nenhum deles estava com as garotas de programa. Segundo Ruginski, o dono do estabelecimento não ficará preso, mas poderá responder por manter casa de prostituição.