• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Policial de folga reage a assalto e mata dois criminosos em Cachoeiro

  • COMPARTILHE
Polícia

Policial de folga reage a assalto e mata dois criminosos em Cachoeiro

O militar estava no interior do veículo no bairro Rui Pinto Bandeira, aguardando a namorada sair da faculdade, quando presenciou um casal ser assalto. Um dos suspeitos apontou a arma para o policial, que revidou e atingiu os dois

Um policial militar de folga reagiu a um assalto, na noite da última quinta-feira (26), e matou dois criminosos, no bairro Rui Pinto Bandeira, em Cachoeiro. O caso ocorreu por volta das 21h40, quando Rafael Gomes Narciso, de 27 anos, e Raul Goulart Vargas, de 33, assaltaram um casal na frente do policial.

De acordo com informações da Polícia Militar, o militar estava no interior de seu veículo, e aguardava a namorada sair da faculdade, quando percebeu a aproximação dos dois suspeitos em uma moto. Eles tentaram olhar o veículo do policial para saber se tinha alguém dentro, e em seguida, com um revólver calibre 38, assaltaram um casal, que estava em outro veículo estacionado no local.

Os criminosos exigiram que as vítimas entregassem os aparelhos celulares e a bolsa. Ao perceber a ação, o militar saiu do veículo, se identificou e deu voz de prisão. Nesse momento, o carona apontou a arma em direção ao militar, que efetuou os disparos. O condutor da moto foi atingido e caiu. O carona tentou correr com a arma apontada em direção ao militar, que efetuou mais disparos.

O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado para o socorro, mas os dois já estavam sem vida. Com o condutor, a Polícia Militar encontrou um punhal e a arma usada no crime. A moto usada pelos criminosos estava com restrição de furto/roubo. O veículo e as armas foram apreendidas e entregues na Delegacia Regional de Cachoeiro.

Rafael estava com mandado de prisão em aberto, expedido pela Justiça de Cachoeiro, pelo crime de porte ilegal de armas. Raul tem passagens pela polícia por roubo e associação criminosa. Os corpos foram encaminhados ao Serviço Médico Legal (SML) de Cachoeiro.