• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Presa quadrilha suspeita de assaltar apartamento de juiz na Praia da Costa

  • COMPARTILHE
Polícia

Presa quadrilha suspeita de assaltar apartamento de juiz na Praia da Costa

A dupla também é suspeita de cometer furtos em outros apartamentos de luxo da Grande Vitória

Uma dupla foi presa suspeita de assaltar a casa de um juiz na Praia da Costa, em Vila Velha. Os dois são integrantes de uma quadrilha especializada em roubos à condomínios de classe média alta. Eles são de São Paulo e agiam no Espírito Santo se passando por parentes das vítimas.

Luan Mateus de Souza Marques, 18 anos, e Robson Radamés da Silva de Farias, 20 anos, foram presos em flagrante nesta segunda-feira (30), na Praia da Costa. De acordo com o delegado da Delegacia Patrimonial, Fabiano Rosa, eles já cometeram outros crimes no Estado. "Cometeram furtos na Praia da Costa em julho e na Praia do Canto em agosto. Eles retornaram à Vitória ontem (segunda-feira), se identificaram como sobrinho da vítima e o porteiro deixou entrar", disse.

A polícia investiga se o grupo teria participação em outros furtos a condomínios de luxo na Grande Vitória. No caso ocorrido em julho, um empresário teve R$ 150 mil furtados. Em agosto, no apartamento de outra juíza, o prejuízo teria sido de R$ 120 mil.

A forma de agir dos criminosos é a mesma. Sempre entram em condomínios fingindo conhecer o proprietário do apartamento. Agora, o delegado investiga um terceiro criminoso, que conseguiu fugir. O homem, que ainda não teve a identidade revelada, dava suporte para a dupla nos assaltos.

Durante a ação deles no apartamento da Praia da Costa, o suspeito teria ficado em frente ao condomínio vigiando. Para o delegado, o modo de agir nos prédios é uma tática antiga dos criminosos, que contam com a falha dos funcionários do condomínio. "É uma falha grave do porteiro. Independente de chegar e dizer que é sobrinho, deve interfonar para o morador e autorizar a entrada", sugere o delegado.