• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Cabeleireira vai parar na delegacia após pichar vagas do rotativo de Campo Grande

  • COMPARTILHE
Polícia

Cabeleireira vai parar na delegacia após pichar vagas do rotativo de Campo Grande

Wanda de Assis Vargas disse ter ficado revoltada por não conseguir pagar pelo estacionamento, na manhã desta quinta-feira

Cabeleireira ficou revoltada por não ter conseguido pagar pelo estacionamento rotativo

Uma cabeleireira foi parar na delegacia, na manhã desta quinta-feira (23), após pichar algumas vagas do estacionamento rotativo da Avenida Expedito Garcia, em Campo Grande, em Cariacica. Wanda de Assis Vargas disse ter ficado revoltada por não conseguir pagar pelo estacionamento.

A cabeleireira afirma que saiu de casa, no início da manhã, para levar uma amiga ao médico, em Campo Grande. Ao estacionar seu veículo, ela foi tentar pagar o estacionamento rotativo, cujo valor é de R$ 2 a hora, com permanência máxima de duas horas. No entanto, ela afirma que não conseguiu fazer o pagamento com os monitores responsáveis por receber o dinheiro.

"Quando eu tirei R$ 20, o menino não trocava os R$ 20. Aí eu falei: 'o que eu vou fazer? Minha amiga está dopada lá. Eu tenho que descer com ela'. Aí ele falou: 'ah, não tem como. Procura outra pessoa para receber'", contou.

Wanda foi levada para a Delegacia Regional de Cariacica, onde assinou um termo circunstanciado e foi liberada

Wanda diz que passou cerca de três horas procurando um funcionário que pudesse receber os R$ 4 que ela devia, porém não teve sucesso. "O outro disse que também não podia receber. Aí já tinha gerado uma multa de R$ 20. Eu falei 'não pago'", disse.

Revoltada, a cabeleireira decidiu pichar três vagas de estacionamento. Com um spray vermelho, ela questiona como fazer o pagamento. Por se tratar de um ato de vandalismo, a Polícia Militar foi acionada e encaminhou Wanda para a Delegacia Regional de Cariacica.

Um representante da empresa que administra o estacionamento rotativo do município foi até a delegacia e registrou um boletim de ocorrência. A cabeleireira acabou sendo liberada depois de assinar um termo circunstanciado.

A pichação feita pela cabeleireira foi coberta com piche e ela, notificada pela falta de pagamento das horas que o carro permaneceu na vaga. "Eu pago imposto, eu pago a minha vida. Eles pediram meus documentos e podem ver que eu não tenho restrição de nada. Eu sou gente", esbravejou.

Por meio de nota, a Prefeitura de Cariacica afirmou que o estacionamento rotativo é de responsabilidade de um consórcio empresarial. Já a empresa que administra o rotativo informou que Wanda apresentou uma nota de R$ 50 para o pagamento e que o funcionário perguntou se ela não tinha uma nota de valor menor para facilitar a cobrança. Mesmo assim, segundo a empresa, ela pagou. A companhia responsável pelo rotativo disse ainda que dois monitores de atendimento ficam em cada quadra do bairro.