• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Pai que bateu em filha por não ir à igreja em Vila Velha teve prisão preventiva decretada

  • COMPARTILHE
Polícia

Pai que bateu em filha por não ir à igreja em Vila Velha teve prisão preventiva decretada

Foi o colégio da menina que acionou o Conselho Tutelar após ficar ciente do caso

O pai acusado de agredir a própria filha por ela não ter ido à igreja continua preso. Após passar por uma audiência de custodia, na tarde da última terça-feira (28), ele teve a prisão preventiva decretada por uma juíza. O homem foi autuado por lesão corporal pela delegada do Plantão Especializado da Mulher. Uma fiança de R$ 3 mil foi estipulada, mas como não tinha dinheiro para pagar, levado para o presídio de Viana.

Durante a manhã desta quarta-feira (29), o advogado do pai informou que vai tentar reverter a decisão. Ele disse que ainda nesta quarta vai entrar com um pedido de habeas corpus na 5ª Vara Criminal de Vila Velha, onde o processo está tramitando.

O pai e a filha, de 16 anos, foram parar na Delegacia Regional de Vila Velha, na última segunda-feira (27), após funcionários da escola onde a menina estuda desconfiarem da forma como ela estava indo as aulas. A adolescente chegou ao colégio com ferimentos no rosto e utilizando um casaco de frio para tampar as marcas de agressões pelo corpo. Após confessar o que aconteceu para a coordenadora, o colégio acionou o conselho tutelar.

A adolescente contou ainda que as agressões aconteceram porque ela se recusou a ir à igreja. Segundo o conselho tutelar, a adolescente e os irmãos dela estão sob os cuidados da avó materna.

A menina agredida e os dois irmãos moravam com o pai há apenas uma semana. Isso porque o homem residia no rio de janeiro e veio morar no estado para cuidar dos filhos, após a mãe deles falecer. Segundo o conselho, a irmã de oito anos da adolescente também apresentava marcas de agressão.