• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Preso suspeito de participar de assalto e tiroteio dentro de ônibus em Guarapari

  • COMPARTILHE
Polícia

Preso suspeito de participar de assalto e tiroteio dentro de ônibus em Guarapari

Criminoso foi detido nesta quarta-feira, no bairro Jaburuna, em Vila Velha. Com ele, policiais encontraram a arma roubada de um agente da Guarda Municipal

Polícia conseguiu recuperar a arma roubada de um agente da Guarda Municipal de Vila Velha

Um dos suspeitos de trocar tiro com um policial militar de folga, durante o assalto ao ônibus da viação Alvorada, ocorrido no final da tarde de terça-feira (21) e que resultou na morte de dois passageiros, foi preso nesta quarta-feira (22), no bairro Jaburuna, em Vila Velha.

O suspeito, identificado como Sirley de Jesus Nascimento, estava com a arma que havia sido roubada de um agente da Guarda Municipal de Vila Velha durante o assalto, uma pistola calibre 380, além de cinco celulares.

Sirley foi preso em Jaburuna

De acordo com a PM, ele foi detido durante diligências que vinham sendo realizadas, desde terça-feira, pelo serviço de inteligência dos batalhões da Polícia Militar de Guarapari e Vila Velha e Força Tática das unidades, bem como pela Delegacia Patrimonial de Guarapari. 

Ainda segundo a Polícia Militar, o boletim de ocorrência está sendo lavrado no posto da PM localizado próximo à praça de pedágio da Rodovia do Sol.

Leia também:

>> Ônibus passa por perícia e familiares liberam corpos de vítimas de assalto em Guarapari

>> Câmeras dentro de ônibus podem ajudar polícia a identificar suspeitos de assalto em Guarapari

>> "Não culpo o policial", diz esposo de professora morta em assalto a ônibus, em Guarapari

>> 'Ela era uma lutadora', diz marido de professora morta durante tiroteio dentro de ônibus em Guarapari

>> PM que reagiu a assalto dentro de ônibus presta depoimento em Guarapari

O caso aconteceu por volta das 16h30 de terça-feira. Dois bandidos embarcaram no coletivo, que havia saído de Vitória e seguia para o bairro Ipiranga, em Guarapari, e anunciaram o assalto logo depois da praça de pedágio da Rodovia do Sol.

Durante a ação, os criminosos roubaram a arma de um agente da Guarda Municipal de Vila Velha, que estava entre os passageiros. Em seguida, um policial militar de folga, que estava na parte da frente do coletivo, deu voz de prisão contra os criminosos.

A partir daí teve início um tiroteio, que resultou em cinco pessoas baleadas, entre elas o policial envolvido na troca de tiros. A professora Denise Fabiane Keng Queiroz, de 49 anos, e o pedreiro Anísio Gomes da Silva, de 62 anos, também foram atingidas e morreram. 

As outras vítimas foram um veterinário de 39 anos, que precisou ser internado em um hospital de Vila Velha, e o técnico em informática Ivan da Silva, de 35 anos, que foi atingido de raspão na cabeça, mas não se feriu com gravidade.