• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Vice-governador do ES se reúne com mãe de menina desaparecida há mais de 20 dias

  • COMPARTILHE
Polícia

Vice-governador do ES se reúne com mãe de menina desaparecida há mais de 20 dias

Um representante do governo esteve no protesto realizado por familiares e amigos da jovem. A mulher saiu da reunião sem respostas do paradeiro da filha

Sem respostas há mais de 20 dias, familiares e amigos Thayná Santos, de 12 anos, que desapareceu após entrar no carro de um homem, realizaram uma manifestação na manhã desta segunda-feira (6). Eles pediram mais rapidez na solução do caso e tiveram um encontro com o vice-governador do Estado no Palácio Anchieta, em Vitória.

Um representante do governo foi ao protesto e convidou a mãe da menina, Clemilda Jesus, e outras seis pessoas para participarem da reunião. O encontrou durou quase uma hora e aconteceu com as portas fechadas.

A mãe de Thayná afirmou que estiveram presentes no encontro os secretários de Justiça, de Direitos Humanos e Segurança, além do vice-governador do Estado. A mulher, que há mais de 20 dias vive uma dolorosa espera, afirmou que saiu do local sem nenhuma resposta sobre o paradeiro da filha.

“Eles disseram que vão se empenhar e me pediram mais um tempo. As investigações estão em sigilo. Se comprometeram com algumas coisas e disseram que eles vão solucionar. Eu tenho que acreditar e vou esperar dois dias e vou voltar para as ruas, pois eu quero resposta”, disse a mãe da menina.

Segundo o secretário Estadual de Direitos Humanos, Júlio Pompeu, o trabalho da polícia gira em torno da busca pela menina e pela prisão de Ademir Ferreira. O homem é considerado suspeito no sequestro da criança.

“As policiais, não só do Estado do Espírito Santo mas de outros estados, estão empenhadas nessa busca desse criminoso terrível e todos nós queremos ver o quanto antes ele preso. Isso é importante”, afirmou Pompeu.

De acordo com a Polícia Civil, não há novidades sobre o caso. Disseram ainda que as denúncias ou informações que colaborem com o trabalho da polícia podem ser feitas por meio do Disque Denúncia 181, e que o sigilo e anonimato são garantidos.