• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Bandidos voltam a trocar tiros com a polícia na Leitão da Silva

  • COMPARTILHE
Polícia

Bandidos voltam a trocar tiros com a polícia na Leitão da Silva

As lojas voltaram a fechar na região por conta dos tiros

Criminosos voltaram a trocar tiros com policiais, por volta das 11h47 desta sexta-feira (1), na Leitão da Silva, em Vitória. De acordo com testemunhas, os bandidos tentaram atear fogo em três carros que estavam estacionados. 

Viaturas e um helicóptero passavam pelo local e os suspeitos subiram o morro correndo. Por conta disso, os comércios da região voltaram a fechar as portas.

Durante entrevista ao programa Balanço Geral, da TV Vitória, o coronel Alexandre Ramalho, comandante do Policiamento Ostensivo Metropolitano (CPOM), relatou o incidente ocorrido na manhã desta sexta-feira na região. "No decorrer da manhã de hoje, ocupamos a região por volta das quatro horas da manhã para permitir a abertura das lojas, para que o cidadão do bem não tenha a sua rotina alterada. Infelizmente, menores de idade desceram um beco, uma escadaria da região e tentaram colocar fogo em alguns veículos que estavam próximo a um prédio. A Polícia Militar agiu rapidamente, evitando algo maior. Estamos lidando com menores ligados ao tráfico de drogas, ao crime. A proposta deles é afrontar o cidadão de bem, afrontar o Estado, mas a Polícia Militar vai continuar intensificando as ações na região", disse.

A Secretaria de Trânsito de Vitória informou que as linhas 031, 031A, 051, 052, 204,172,182, 73 e 74  não estão circulando na parte alta dos bairro São Benedito, Jaburu e Bairro da Penha, por orientação da Polícia Militar, para garantir a segurança dos passageiros e trabalhadores dos coletivos. O serviço voltará ao normal assim que houver orientação da PM. 

No final da tarde da última quinta-feira (30), eles entraram em confronto com policiais. Um menor de 17 anos, que teria disparado o primeiro tiro contra os militares, foi baleado e acabou morrendo. 

"Eles estavam em oito pessoas, mas o adolescente que disparou contra a nossa guarnição e teve a resposta necessária e proporcional, e por isso veio a óbito. Esse adolescente tem passagens policiais por tráfico e associação ao tráfico. Já foi preso portando arma, rádio comunicador, equipamento que foi furtado de um guarda municipal, drogas e outros pertences", afirmou o tenente-coronel Augusto, comandante do primeiro Batalhão da Polícia Militar.