• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Golpe do hospital: Homem quase perde R$ 2.9 mil para falso médico no ES

  • COMPARTILHE
Polícia

Golpe do hospital: Homem quase perde R$ 2.9 mil para falso médico no ES

O golpista disse que precisava do dinheiro para o tratamento da paciente

Um representante comercial por pouco não caiu em um golpe e perdeu R$ 2.900. O golpista se passou por médico e pediu dinheiro para dar início a um tratamento de leucemia. A vítima recebeu uma ligação, na última segunda-feira (11), do suposto médico dizendo que a esposa dele estaria com princípio da doença.

A informação era de que a mulher, que está internada em hospital particular desde a última sexta-feira (8) com infecção urinária, precisava agir com urgência para combater a doença. Para isso, era preciso ser feito um depósito em dinheiro para dar início ao tratamento. “Era para agir rápido e a gente precisava fazer o depósito para eles, pois o plano de saúde concordou em pagar, mas levaria 48 horas para liberar o tratamento”, contou o representante comercial.

Leia também:
>> Polícia investiga golpe contra familiares de pacientes de hospitais de Cachoeiro
>> Família perde R$ 1,5 mil após cair em 'golpe do hospital' em Vitória
>> Família de paciente internado em VV paga R$ 2 mil para "falso médico" realizar exame
>> Golpe do falso exame faz novas vítimas e delegada faz alerta a capixabas

Toda essa conversa com o suposto médico se tratava de um golpe. Por muito pouco Breno não foi mais uma vítima. Ele começou a desconfiar, quando foi até a recepção do hospital. “Eu ia fazer o depósito. Como a minha esposa me ligou desesperada, eu fui ao hospital para acalmá-la. Chegando lá eu fui na recepção e perguntei sobre o doutor e vi que não existia. Em 20 minutos ele havia ligado para outros apartamentos com o mesmo golpe. Por incrível que pareça é sempre com muita informação”, afirmou.

Já sabendo que este golpe tem acontecido com frequência. O próprio hospital em que a esposa de Breno está internada espalhou pelos corredores informativos dizendo que não realiza contato telefônico com familiares ou responsáveis por pacientes internados solicitando depósitos ou transferências em dinheiro.

Quando o golpista ligou, a família estava esperando o resultado de um exame de sangue. Por esse motivo eles acabaram ficando apreensivos. Agora o que o representante comercial ficou mais impressionado, foi com a quantidade de informações que o criminoso tinha dos dados pessoais e também do plano de saúde deles. “A minha esposa mesmo sabendo que se tratava de um golpe continua bem abalada”, disse.

Por nota, o hospital informou que desde o início tomou providências informando através de cartazes que em tempo algum faz contato com familiares por telefone. Ressaltou ainda que caso isso aconteça, a família do paciente deve informar diretamente ao hospital, procurando a equipe médica de plantão.