• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Suspeito fez dois reféns após confusão em boate de Cariacica

  • COMPARTILHE
Polícia

Suspeito fez dois reféns após confusão em boate de Cariacica

Uma troca de tiros acabou com um policial baleado. O acusado, segundo a polícia, disse que tinha saído da prisão por causa do indulto de Natal

Momento em que o suspeito sai da boate 

A confusão que aconteceu dentro de uma boate nas proximidades de Alto Lage, em Cariacica, não ficou apenas dentro do estabelecimento. Após o suspeito trocar tiros e balear um policial militar, ele fugiu e ainda fez duas pessoas reféns, um porteiro e um taxista. 

>> Veja momento da troca de tiros em boate de Cariacica

"Eu dei de cara com ele já armado, sem camisa, com um tiro no peito e com a arma apontando para mim e para um menino. Eu saí correndo e ele ainda deu um tiro, mas o menino também correu. Foi nessa hora que ele pegou o taxista e o porteiro e fez de refém", contou uma garota de programa.

Segundo a policia, o suspeito estava armado e chegou na boate no início da noite de quarta-feira (20), junto com mais quatro amigos. No início da manhã desta quinta-feira (21), horário de fechamento do local, ele teria arrumado confusão com o porteiro e um taxista, porque ele não queria ir embora. O acusado ainda teria deixado a arma que estava com ele cair no chão várias vezes, o que chamou atenção das outras pessoas.

Um policial, que também estava no local, teria ido até ele para questionar o motivo da confusão, mas o homem sacou a arma e atirou contra o PM. Houve troca de tiros entre eles e os dois foram baleados.

Policial entrando no carro após ser baleado

O policial militar foi atingido com um tiro no braço e outro no peito, e sozinho buscou por socorro em um hospital do município. Já o homem armado, mesmo baleado, fugiu da boate fazendo os dois reféns. Ele fugiu para a parte alta no bairro Alto Lage, onde ameaçou vários moradores. Lá, viaturas fizeram ronda e mais uma vez houve troca de tiros. O homem foi novamente baleado e caiu. "Foi uma correria aqui na minha rua. Ele estava armado, sem camisa, e começaram a dar tiros sem parar", disse um morador da região.

No total, o suspeito foi atingido com quatro tiros no braço e quatro no peito, foi socorrido pelos militares e levado para o Pronto Atendimento (PA) de Alto Lage, onde chegou sem vida. Ele não foi identificado pela polícia. Os reféns e os outros frequentadores da boate não ficaram feridos.

Com o suspeito foi apreendida uma pistola 380. Segundo a polícia, o homem que morreu teria dito dentro da boate que ele tinha sido beneficiado com o indulto de Natal e teria saído da cadeia nesta semana. 

Uma perícia foi feita dentro da boate ainda durante da manhã desta quinta-feira. A arma apreendida e as testemunhas foram levadas para a Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), em Vitória. Imagens das câmeras de videomonitoramento da boate e de um estabelecimento vizinho podem ajudar nas investigações.

Troca de tiros dentro do estabelecimento

Policial internado

O policial militar baleado durante o tiroteio foi transferido ainda pela manhã do hospital que deu entrada em Cariacica para este um hospital em Vila Velha. Colegas da corporação permanecem na entrada fazendo a segurança do local. Segundo um amigo de infância, o militar passou por cirurgia. 

A vítima tem 28 anos, é soldado e está na Polícia Militar há nove. É separado e pai de um menino de três anos. Pela manhã, amigos e parentes chegavam a todo momento ao hospital para saber notícias do policial.

> Veja as imagens do momento do tiroteio: