• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Empregada suspeita de roubar R$ 600 mil dos patrões em VV é presa saindo de motel na Paraíba

  • COMPARTILHE
Polícia

Empregada suspeita de roubar R$ 600 mil dos patrões em VV é presa saindo de motel na Paraíba

No dia em que o crime foi registrado, a empregada doméstica deixou o apartamento em que trabalhava carregando uma mala

O roubo aconteceu dentro do apartamento dos patrões, localizado em Vila Velha.

Uma empregada doméstica, suspeita de roubar R$ 600 mil e joias da casa dos patrões, que moravam em um prédio de Itapoã, em Vila Velha, foi presa saindo de um motel na cidade de Mamanguape, na Paraíba. O crime aconteceu em novembro do ano passado, mas Raquel Viana dos Santos, de 24 anos, só foi localizada na última quinta-feira (11).

De acordo com o investigador da 7ª Delegacia Seccional de Polícia Civil de Mamanguape, Jonatas Coimbra, a polícia do Espírito Santo já havia entrado em contato com eles para pedir ajuda. “Ela é natural daqui [Mamanguape] e tem família morando aqui também. Um mandado de prisão foi expedido e no dia 11[quinta-feira] ela foi detida pela Polícia Rodoviária Federal, em uma operação com a Polícia Militar, quando saía de um motel com amigas”, informou o investigador.

Raquel Viana dos Santos, de 24 anos, foi presa na Paraíba. Foto: Reprodução / Facebook

Segundo Jonatas, com a suspeita foi encontrado aproximadamente R$ 54 mil em dinheiro, uma arma de fogo e joias. Além disso, um carro e uma moto também foram apreendidos. “Agora estamos aguardando a polícia do Espírito Santo vir busca-la, pois ela será apresentada no Estado onde cometeu o crime”, disse Coimbra.

Segundo o proprietário do apartamento, um representante comercial que prefere não ser identificado, com a prisão da suspeita, ele se sente aliviado. O dono do imóvel ainda afirmou que tudo o que foi encontrado com ela é da família dele. 

“Me informaram da prisão e eu disse ao policial que o que haviam encontrado com ela é da minha família. É um sentimento de alívio e a polícia trabalhou muito bem. Espero que ela fique presa por bastante tempo e não incomode mais ninguém. Também aconselho as pessoas a terem mais cuidado na hora de contratar alguém. É sempre bom ficar de olho em detalhes que indiquem que algo assim possa acontecer”, destacou.

A produção do jornal online Folha Vitória procurou a assessoria da Polícia Civil do Espírito Santo, mas não teve retorno até a publicação desta reportagem.

O crime

As câmeras de segurança do condomínio flagraram a saída da empregada doméstica. 

As câmeras de segurança do condomínio flagraram a saída da faxineira pela portaria. De acordo com os proprietários, ela foi vista saindo do local carregando uma mala grande, no mesmo dia em que foram furtados dinheiro e vários objetos de valor do apartamento.

O crime aconteceu no dia 11 de novembro de 2017. Como de costume, a funcionária chegou cedo e ficaria até o fim da tarde. Como os donos passariam o dia fora, a recomendação foi que ao final do expediente ela fecharia o apartamento e permaneceria com as chaves. Quando os proprietários chegaram, tomaram um susto. Todos os cômodos haviam sido revirados e vários objetos haviam sido levados.

Eles deram falta de joias, dinheiro e um cofre pequeno, totalizando R$ 600 mil que foram levados. De acordo com os proprietários, a principal suspeita trabalhava no local há cinco meses e tinha sido indicada por uma pessoa de confiança. Na época do crime, a família denunciou o caso à polícia. Investigadores da polícia civil estiveram no condomínio e deram início a investigação. 

Confira o vídeo da matéria: