• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Assembleia discute formas de proteção ao Rio Doce

  • COMPARTILHE
Política

Assembleia discute formas de proteção ao Rio Doce

As atividades serão realizadas no Auditório Hermógenes Lima Fonseca, das 13 às 17 horas, e contarão com a presença de especialistas, autoridades, educadores, estudantes e entidades da sociedade civil e parlamentares

A Assembleia Legislativa vai realizar durante toda a próxima semana um evento para discutir formas de proteção ao Rio Doce e suas bacias hidrográficas. A Semana Legislativa de Proteção ao Rio Doce oferecerá debates sobre o rompimento da barragem da Samarco, a proteção ao Rio Doce e educação ambiental.

As atividades serão realizadas no Auditório Hermógenes Lima Fonseca, das 13 às 17 horas, e contarão com a presença de especialistas, autoridades, educadores, estudantes e entidades da sociedade civil e parlamentares.

Os trabalhos serão conduzidos pela coordenação administrativa da Comissão Interestadual Parlamentar de Estudos para o Desenvolvimento Sustentável da Bacia do Rio Doce (Cipe Rio Doce), que é vinculada à Coordenação Especial de Relações Institucionais (Ceri) da Casa.

“A semana é uma oportunidade de trazermos à luz do debate um tema de suma importância para toda a sociedade, que é a necessidade contínua de preservação dos nossos rios. Precisamos ter a compreensão permanente de que preservar os rios é promover o futuro”, disse o coordenador administrativo da Cipe Rio Doce, Hernandes Bermudes.

Semana

A Semana Legislativa de Proteção ao Rio Doce foi instituída pela Resolução 2.885/2010. De acordo com a legislação, deve ser realizada anualmente na semana do dia 22 de março, quando se comemora o Dia Estadual de Proteção ao Rio Doce (Lei 9.308/2009). Em 2018, excepcionalmente, está sendo promovida na semana anterior por causa do Fórum Mundial da Água, que será de 19 a 23 de março, em Brasília.

Cipe

Criado em 2001, a Cipe Rio Doce é um colegiado interestadual composto por deputados do Espírito Santo e Minas Gerais. Pelo lado capixaba, além do presidente Dary Pagung (PRP) e da coordenadora regional Luzia Toledo (PMDB), são membros efetivos para o biênio 2017/2018 Enivaldo dos Anjos (PSD), Eliana Dadalto (PTC) e Raquel Lessa (PTC). Os suplentes são Da Vitória (PDT), Janete de Sá (PMN), Bruno Lamas (PSB), Padre Honório (PT) e Marcelo Santos (PMDB).