• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Osmar Terra diz que ainda está em discussão reajuste do Bolsa Família

  • COMPARTILHE
Política

Osmar Terra diz que ainda está em discussão reajuste do Bolsa Família

O ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, reafirmou nesta terça-feira, 20, que o presidente Michel Temer já decidiu que dará um reajuste acima da inflação para o Bolsa Família, mas afirmou que o valor ainda está sendo debatido com a equipe econômica. "Queremos anunciar na semana que vem", disse. "O número ainda não dá pra dizer e depois não acontecer. Estamos acertando com a área econômica. Vai ter um reajuste. O presidente já determinou e vai ser um reajuste significativo, além da inflação", completou.

O ministro repetiu que o programa não reduziu a pobreza. "O que houve foi uma diminuição da pobreza extrema porque o programa dá recursos para as pessoas não passarem fome", afirmou. "No Brasil, hoje os 10% mais ricos têm 55% da renda, há 15 anos tinham 51%. Então aumentou a concentração de renda. A simples transferência de renda não muda, ela ajuda e é importante, mas não muda (a desigualdade)."

O ministro, que nesta terça-feira participou ao lado de Temer e da primeira-dama Marcela Temer da Conferência Internacional da Primeira Infância, reforçou que na sua visão o que vai ajudar de fato a reduzir a pobreza são programas voltados para a primeira infância, como o Criança Feliz, uma de suas principais bandeiras na pasta.

Substituto

Osmar Terra afirmou ainda que está conversando com o presidente Michel Temer sobre seu substituto no cargo e afirmou que o nome a ser escolhido deve dar continuidade ao se trabalho na pasta. "Estou conversando e dando ideias", disse.

O ministro, que vai se desincompatibilizar até 7 de abril para tentar mais um mandato na Câmara dos Deputados, disse acreditar que o presidente deve anunciar todos os substitutos antes da saída dos ministros que vão ser candidatos. "Eu acho que o presidente vai decidir (novos nomes) antes dos ministros saírem, na primeira semana de abril", afirmou.

Segundo ele, para a sua pasta, o "presidente pode escolher um grande nome da área, um nome técnico e um deputado. "É uma questão do presidente. Ele é um presidente que tem mostrado que tem habilidade para esse tipo de decisão e eu acredito que vai ser uma pessoa que vai juntar experiência política com experiência técnica na área", destacou.

Ao ressaltar que caberá ao presidente a escolha, Terra salientou que, pelo fato de já estar a poucos meses do fim do governo, "não dá para começar tudo de novo". "Deve ser um nome que dê continuidade a esse trabalho, tenha experiência para isso".

Terra disse também acreditar que a bancada do MDB será ouvida na composição do novo desenho da Esplanada. "Eu fui indicado pelos deputados, é um assunto que passa naturalmente pelo apoio da base parlamentar", afirmou.