• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Para Bruno Covas, a militância do PSDB disse que quer Doria governador

  • COMPARTILHE
Política

Para Bruno Covas, a militância do PSDB disse que quer Doria governador

Aclamado prefeito pelos militantes no Diretório do PSDB, na zona sul da capital, o vice-prefeito de São Paulo, Bruno Covas, nada falou de sua missão de substituir o prefeito João Doria na Prefeitura no restante do mandato. Covas se limitou a exaltar a militância do partido, que neste domingo, em 645 municípios do Estado, levou 15 mil pessoas a votarem nas prévias do partido e eleger João Doria candidato a governador com 80,4% do total de votos válidos.

Segundo Bruno Covas, os filiados ao PSDB "disseram que querem Doria governador do Estado de São Paulo". "Hoje é um dia histórico para o PSDB. A decisão tomada não foi a portas fechadas, por meia dúzia de pessoas", disse Bruno Covas.

O vice-prefeito aproveitou a presença dos oponentes de Doria derrotados nas prévias, Floriano Pesaro e Luiz Felipe D'Ávila, para convocá-los a entrar na campanha, subir no palanque de Doria de Alckmin. "Não queremos fazer campanha para o governo de São Paulo e para presidente com apenas 80% do PSDB. Queremos o Pesaro e o D'Ávila no palanque", disse Bruno Covas.