• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Temer inaugura projeto de irrigação no NE e vai à ampliação de fábrica de carros

  • COMPARTILHE
Política

Temer inaugura projeto de irrigação no NE e vai à ampliação de fábrica de carros

As agendas refletem um objetivo político do presidente neste ano: mostrar o que considera avanços de seu governo


O presidente da República, Michel Temer, visita nesta sexta-feira, 23, cidades do Nordeste pela primeira vez desde que comentou publicamente a possibilidade de disputar um novo mandato. Com baixa popularidade, Temer vai pela manhã a Xique-Xique, na Bahia, inaugurar um projeto de irrigação, e à tarde a Goiana, em Pernambuco, onde participará da ampliação da capacidade de produção de uma fábrica do grupo Fiat-Chrysler Automobiles.

As agendas refletem um objetivo político do presidente neste ano: mostrar o que considera avanços de seu governo, com a superação da crise econômica. Na agricultura, o projeto de irrigação incrementará a produtividade no semiárido baiano, enquanto na indústria automobilística pernambucana haverá aumento de empregos.

Como mostrou o jornal O Estado de S. Paulo no domingo, dia 18, Temer comunicou a seus colaboradores mais próximos que está decidido a tentar a reeleição e, ao longo da semana, relatou a empresários que avalia se candidatar. Publicamente, disse que "não é improvável" que dispute um novo mandato.

Auxiliares do presidente avaliam que o fator popularidade não deve ser crucial para a decisão do emedebista. A desaprovação de Temer chegou a 94%, conforme pesquisa Barômetro Político Estadão - Ipsos divulgada nesta quinta-feira, 22.

Em Xique-Xique, Temer inaugurará pela manhã duas das primeiras etapas do Baixio de Irecê, projeto de agricultura por meio da irrigação com águas do Rio São Francisco. O projeto tem área de quase 60 mil hectares no semiárido baiano, com culturas de abacaxi, abóbora, algodão, banana, cana-de-açúcar, cebola, coco, mamão, melão, tomate, milho, melancia e uva.

Ao longo da implantação do perímetro de irrigação, o Ministério Público Federal abriu inquérito civil e fez recomendações à Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba) para que reduzisse o impacto socioambiental no povoado - cessasse a supressão de vegetação e integrasse ao projeto cerca de 800 famílias de 18 comunidades tradicionais do local, que estariam sendo afetadas pelas obras e poderiam correr risco de desaparecer do lugar, segundo a procuradoria. As famílias vivem da criação de animais em fundo de pasto (gado, cabra e ovelha) e extrativismo de frutos (umbu) e mel de abelhas.

A fábrica que o presidente visitará em Goiana, na região metropolitana de Recife, é ponto de romaria de políticos desde a campanha eleitoral de 2014. Uma das mais modernas do País, recebeu a então presidente e companheira de chapa de Temer, Dilma Rousseff (PT), naquela ocasião. Agora, Temer foi convidado para a cerimônia de inauguração dos trabalhos ininterruptos da linha de produção.

A cerimônia vai marcar o início da operação da planta em três turnos, com geração de novos empregos. Atualmente, a unidade produz 179 mil carros por ano e poderá atingir, com operação em três turnos, a capacidade máxima de 250 mil veículos. Dessa fábrica saem os modelos Jeep Compass e Renegade e Fiat Toro para o mercado nacional e exportação.

Além da cerimônia, Temer visitará a linha de montagem e se reunirá com o presidente mundial do grupo FCA, Sergio Marchionne, e o presidente para a América Latina, Stefan Ketter. É esperada a presença de uma comitiva de ministros. O titular da Fazenda, Henrique Meirelles, que pode disputar a Presidência da República, confirmou presença.

Após a visita à fábrica de veículos, Temer ainda avalia conhecer a unidade de produção da estatal de medicamentos Hemobrás (Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia), também em Goiana.