• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Senador e deputados capixabas comentam vídeo da reunião ministerial

Política

Senador e deputados capixabas comentam vídeo da reunião ministerial

Fabiano Contarato e Helder Salomão atacam falas de ministros; Já Evair de Melo e Soraya Manato se posicionam a favor do Presidente

Foto: Agência Senado
Fabiano Contarato condenou falas dos ministros da Educação e do Meio Ambiente

A divulgação do vídeo da reunião ministerial gerou reações em políticos do Estado. O senador Fabiano Contarato (Rede), separou trechos do vídeo e criticou postura dos ministros, como o trecho em que o ministro da Educação se refere a membros do STF como “vagabundos”.

“Weintraub revela ainda mais a sua indigência moral e o seu desprezo pelo Estado de Direito ao atacar ministros do STF_oficial. É um patético animador de plateia do fascismo, inoculando ignorância odienta nas veias da educação pública”, escreveu o senador no Twitter.

Contarato também separou trecho em que o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles diz que o governo tem que aproveitar para passar leis a respeito do uso de recursos naturais do País. “Aproveitar a pandemia para fazer negócio com a Amazônia? O ministro Ricardo Salles disse isto em plena reunião ministerial: que é preciso ‘aproveitar’ o caos das mortes pra passar ‘boiada’ em medidas pró-destruição do Meio Ambiente. Esse é o Governo Bolsonaro!”.

O deputado federal Helder Salomão (PT) também cita a fala do ministro: “Ricardo Salles: 'Presidente, vamos aproveitar que a imprensa tá de olho no covid pra fazer as mudanças na legislação e avançar na questão da Amazônia'", escreveu o deputado no Twitter.

Por fim, o senador cita o trecho em que o Presidente fala de trocas na segurança e citaria interferência na Federal. “Ameaça de golpe por notinha? Golpistas de outrora eram menos indignos! General Heleno não intimidará as instituições com bravatas! Viúvo da ditadura, agora quer desviar as atenções do vídeo que incrimina seu chefe! O Presidente fala abertamente que queria interferir na PF”.

Também pelo Twitter o deputado Evair de Melo (PP), vice-líder do governo na Câmara postou apelas uma imagem com a frase “A montanha pariu um rato” e logo abaixo escreveu: “Segue o jogo”. A expressão, que vem do latim “Parturiunt montes, nascetur ridiculus mus”, é atribuída ao poeta e filósofo romano Horácio e chegou a ser citada pelo então juiz Sergio Moro em junho de 2019, no vazamento de conversas por aplicativo de celular publicadas pelo site The Intercept na ocasião. A expressão é usada para situações anunciadas com grande destaque, mas que não atendem às expectativas e provocam uma decepção.

A deputada Soraya Manato (PSL) se limitou a retuitar mensagem em que o Presidente escreveu “Brasil acima de tudo” e complementou: “Sigo com o Presidente! #FechadosComBolsonaro".