• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

'Não vou privatizar Petrobras, BB e Caixa', volta a dizer Marina

  • COMPARTILHE
Política

'Não vou privatizar Petrobras, BB e Caixa', volta a dizer Marina

A pré-candidata já havia se posicionado contra a privatização destas empresas em sabatina promovida pelo Sindicato Nacional de Auditores Fiscais e o jornal Correio Braziliense nesta quarta-feira, 6

A pré-candidata volta a se posicionar sobre a privatização da Petrobras, BB e Caixa ( Foto/reprodução)

Pré-candidata da Rede, Marina Silva, declarou que não irá privatizar a Petrobras, o Banco do Brasil ou a Caixa Federal caso seja eleita presidente em outubro. Em entrevista à rádio Jovem Pan na manhã desta quinta-feira, 7, a ex-senadora disse que as estatais são símbolos do Brasil e que "podem ter eficiência, competência e resolutibilidade" sem que seja necessário repassá-las para a iniciativa privada.

"No caso da Petrobras, ela já é uma empresa mista. O que temos que resolver é a corrupção, a ingerência política. Você pode compor a diretoria de forma técnica e também não tendo uma visão dogmática em relação ao mercado como a gente viu acontecer agora, que levou o País a uma situação muito complicada", defendeu Marina, numa referência à greve dos caminhoneiros nas últimas semanas.

A pré-candidata já havia se posicionado contra a privatização destas empresas em sabatina promovida pelo Sindicato Nacional de Auditores Fiscais e o jornal Correio Braziliense nesta quarta-feira, 6.

Apesar da negativa, Marina disse nesta quinta na Jovem Pan não ter uma visão dogmática sobre o tema. "É possível privatizar algumas empresas sim, é possível fazer parceria com a iniciativa privada sim, desde que essa parceria entregue os serviços e produtos que a sociedade demanda", afirmou a ex-ministra.