Espírito Santo lidera ranking nacional de transparência, segundo ONG

Política

Espírito Santo lidera ranking nacional de transparência, segundo ONG

No total, o Estado atingiu 90,4 pontos na avaliação feita pela ONG, sendo classificado ótimo no quesito transparência e publicidade das informações

Foto: Thiago Guimarães /Secom

Reportagem: Tiago Alencar

Um ranking divulgado pela Organização Não Governamental (ONG) Transparência Internacional -Brasil nesta terça-feira (05) aponta o Espírito Santo como o estado mais transparente do país. O estudo realizado pela ONG tem como base as informações de todos os estados da federação.

Segundo conteúdo divulgado pela Secretaria de Estado de Controle e Transparência (Secont), o Estado ocupa a primeira posição no Índice de Transparência e Governança Pública. A análise feita pela Transparência Internacional leva em consideração a existência de políticas, legislações, ações governamentais e práticas de transparência, dados abertos, participação, transformação digital, integridade e combate à corrupção nos governos dos estados.

No total, o Espírito Santo atingiu 90,4 pontos na avaliação feita pela ONG, sendo classificado como ótimo no quesito transparência e publicidade das informações. A ressalva ficou por conta de uma observação feita pela Transparência Internacional: a de que o Estado ainda pode aprimorar o seu resultado ao publicar dados detalhados sobre emendas parlamentares estaduais, obras públicas, e concessões de crédito e financiamentos.

Para elaborar o ranking, os pesquisadores avaliaram 84 indicadores nos sites institucionais e nas redes sociais dos órgãos. Foram analisados itens, como a facilidade de acesso do cidadão às informações públicas, a disponibilização de dados abertos, se os estados ofertam serviços públicos digitais e se têm mecanismos de prevenção e combate à corrupção.

Ao comentar o ranking em que o Estado aparece com destaque positivo, o secretário da Transparência, Edmar Camata,  ressaltou a importância e a responsabilidade que o feito traz para o Executivo estadual. 

"Muito mais que transparência, esses índices  também levam em consideração todos os aspectos relacionados à governança nos estados. Ou seja, é a qualidade dos serviços prestados à população sendo avaliada. Por isso, esse resulto possui grande importância e também traz com ele muita responsabilidade, pois, a partir de agora, passaremos a ser olhados por outros estados como exemplo de gestão eficiente, o que nos obriga a seguir trabalhando constantemente pela manutenção desse padrão", afirmou Camata.



Pontos moeda