• Velocidade do vento

  • Previsão de chuva

  • Nascer do sol

  • Por do sol

Umidade relativa do ar: Índice de raios UV:

Marcelo Miranda depõe a ministro do STJ sobre obras de R$ 850 mi e é liberado

  • COMPARTILHE
Política

Marcelo Miranda depõe a ministro do STJ sobre obras de R$ 850 mi e é liberado

A apuração, que tramita no STJ, apontou que obras de terraplenagem e pavimentação custaram cerca de R$ 850 milhões

O governador de Tocantins Marcelo Miranda (PMDB) depôs ao ministro Mauro Campbell, do Superior Tribunal de Justiça (STJ) nos autos da quinta fase da Operação Ápia, que investiga supostos desvios e pagamentos de propinas em obras de infraestrutura com recursos da União. O depoimento ocorreu na manhã desta sexta-feira, 18, na sede da Justiça Federal em Palmas. Logo cedo, agentes da Polícia Federal acompanharam oficial de Justiça para intimar Miranda em sua residência.

A quinta etapa da Ápia foi batizada de Convergência porque tem ligação com outro desdobramento da investigação, a Reis do Gado, na qual o governador foi conduzido de forma coercitiva para depor.

A apuração, que tramita no STJ, apontou que obras de terraplenagem e pavimentação asfáltica realizadas em Tocantins entre 2011 e 2014 custaram cerca de R$ 850 milhões e abriram "créditos indevidos" a empresários do setor.

A Operação Ápia, em outras fases, também investiga mais políticos de Tocantins, como os ex-governadores Sandoval Cardoso (SD) e Siqueira Campos (ex-PSDB).

Miranda chegou por volta de 8h desta sexta ao prédio da Justiça Federal para depor a Campbell. O ministro queria esclarecer detalhes da investigação. Campbell já havia tomado o depoimento de Miranda no âmbito da Reis do Gado, investigação que põe o chefe do Executivo sob suspeita em contrato de prestação de serviços de uma empresa de táxi aéreo e da prática de lavagem de dinheiro por meio da compra de gado. O governador nega irregularidades na sua gestão.